terça-feira, fevereiro 11, 2014

Exilados (1828-1832)


VITORINO NEMÉSIO

Lisboa, s.d. [1947 ? (segundo a BN)]
Livraria Bertrand
1.ª edição
18,5 cm x 11,8 cm
8 págs. + 328 págs.
subtítulo: História Sentimental e Política do Liberalismo na Emigração
exemplar manuseado mas aceitável, manchado no canto inferior esquerdo; miolo limpo
40,00 eur (IVA e portes incluídos)

Da Advertência:
«Este livro foi a “segunda parte” de um trabalho universitário – A Mocidade de Herculano até à Volta do Exílio – onde tinha por título A Experiência do Exílio, reconstituída, para se atingir a de Herculano, através de memórias, autobiografias, cartas, poemas, ordens do dia, papeis vários, que depunham sobre as esperanças e os desenganos de um bando de proscritos. [...]
Relendo-o agora, ajeitando-o, reduzindo o retrato de Herculano na composição de conjunto, vejo que lhe não pude tirar o aspecto (digamos) micro-histórico com que nasceu da minha lupa. Modo de investigar e estilo de escrever, tudo era então, no autor, minudente, prolixo, laborioso. A matéria dos últimos capítulos, incidindo no terreno obscuro e confinado mas querido e familiar das minhas ilhas, só agravou o defeito. Não posso fazer melhor, e custa-me... Mas mais me custaria, como pai deste filho de papel, deixá-lo enterrado numa dissertação universitária onde só o Mocho o lê, e fora da qual, crismado e emancipado, pode servir de remember (demasiado anedótico!) dos anos de aventura e risco de um punhado de portugueses atrevidos e generosos. Pelo menos a parte frágil – e por isso bem humana – de uma grande empresa histórica fica esboçada aqui. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089