sexta-feira, agosto 23, 2013

Contos Alegres Portugueses [junto com] Novos Contos Alegres Portugueses



ARMANDO FERREIRA, org. e pref.

Lisboa, s.d. [1946, seg. BNP]
Livraria Editora Guimarães & C.ª
[1.ª edição (ambos)]
2 volumes (completo)
19 cm x 12,3 cm
232 págs. + 248 págs.
subtítulo: Antologia dos [aliás, de] Humoristas
exemplares estimados; miolo limpo
35,00 eur (IVA e portes já incluídos)

Género literário que Armando Ferreira – apesar de ele próprio humorista – vê mais como um escapismo inocente, a vida «alegre» em escrita menor, do que como a arma de arremesso político que caracterizou a segunda metade do século XIX. Daí a ausência, nestas antologias, de autores implacáveis como Eça ou Fialho, em proveito de sensaborões como Júlio Dantas, ou de canastrões como Augusto de Castro. Todavia, acerta e exibe uns poucos que, a avaliar pelo modo descafeinado, e até de estilística duvidosa, como se escreve hoje em dia, bem podiam ser puxados para dentro da história da cultura séria, a saber: Gervásio Lobato, André Brun, Urbano Loureiro, por exemplo; e, sem dúvida, também Armando Ferreira (1893-1968).

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089