sexta-feira, agosto 09, 2013

Terra Ocupada


URBANO TAVARES RODRIGUES
capa de Luís Filipe Abreu

Lisboa, 1964
Livraria Bertrand, S. A. R. L.
1.ª edição
19,1 cm x 12,5 cm
232 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
valorizado pela dedicatória manuscrita do Autor
27,00 eur (IVA e portes já incluídos)

Por esta altura, 1964, Urbano Tavares Rodrigues era dado na PIDE, não como mero simpatizante de ideais oposicionistas ao regime vigente, mas, de uma vez por todas, como comunista, «[...] após ser signatário de vários abaixo-assinados e petições, nomeadamente para a realização de um congresso de democratas, de amnistia para os presos políticos, contra a censura, ser testemunha de defesa em julgamentos de presos políticos, e por umas quantas actividades e acções mais ou menos “suspeitas” e clandestinas nas JAP [Juntas de Acção Patriótica]. Em 1965 é proibido de dar aulas no ensino particular, porque “não oferece garantias de cooperar na realização dos fins superiores do Estado”. [...]» (Fonte: Luísa Duarte Santos, «Alvor de um poeta de generosidade militante», in Escrevivendo Urbano Tavares Rodrigues – Exposição Biobibliográfica, Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira, 2009)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089