segunda-feira, junho 30, 2014

A Religião na Monarchia


J. FERNANDO DE SOUZA (NEMO)

Lisboa, 1923
Edição das Juventudes Monarchicas
1.ª edição
20 cm x 12,6 cm
32 págs.
subtítulo: A solução do problema religioso na restauração monarchica
acabamento com um ponto em arame
exemplar estimado; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

Na impossibilidade de recuperar o trono e os antigos privilégios, ia a “nobreza” tecendo todo o género de teorias, a propósito de tudo e de nada, para consumo interno, só para manter o ideal aceso e dizer aos filhos que nem tudo estava perdido. Entretanto, já a Igreja, que burra nunca foi, obtivera dos republicanos a tolerância necessária para imiscuir-se nos destinos do Estado. José Fernando de Sousa (1855-1942), monárquico acérrimo e vice-lugar-tenente do rei exilado, detractor activista da República, esteve no cerne da divulgação das ideias reaccionárias que se materializaram no 28 de Maio de 1926.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089