segunda-feira, julho 07, 2014

Feiras e Outros Divertimentos Populares de Lisboa


MÁRIO COSTA
prefácio de Augusto Vieira da Silva

capa de Ribeiro

Lisboa, 1950
Município de Lisboa
1.ª edição
21,6 cm x 15,9 cm
524 págs. + 44 extra-textos com fotografias a preto e branco
subtítulo: História. Figuras, Usos e Costumes
exemplar muito estimado; miolo limpo
55,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trabalho de crónica urbana, num estilo de reportagem por feiras como a Feira da Ladra, a Feira do Lumiar, a Feira da Luz, a antiga Feira Popular de Palhavã, ou a Feira de Algés, e muitas outras há muito desaparecidas. A origem da Feira do Livro, em vigor desde 1931, lembra-nos em duas penadas uma época em que as prefências “literárias” iam para As Cem Maneiras de Cozinhar Bacalhau... Mas o autor remata o seu artigo informando-nos que «[...] existe uma outra modalidade de feira do livro: a venda de restos de edições, monos e obras de cordel, em padiolas, pelas ruas da Baixa. Se às vezes aparece um ou outro livro com algum interesse, é logo absorvido pelos amadores atentos, vigilantes e farejadores... [...]» Afinal não muito diferente dos nossos dias.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089