quarta-feira, dezembro 10, 2014

Frescos


[ANÓNIMO]
grav. Oficinas Marques Abreu (Porto)

s.l. [Lisboa], Dezembro de 1937
Ministério das Obras Públicas e Comunicações – Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais
1.ª edição
boletim n.º 10
25,8 cm x 20 cm
26 págs. + 48 págs. em extra-texto (reproduções fotográficas)
profusamente ilustrado
exemplar estimado, capa e primeiras páginas manchadas no bordo inferior; miolo limpo
rótulo do inventário do visconde de Chanceleiros e de Vale de Gama colado no ante-rosto
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

Uma passagem do texto:
«[...] Como tôda a Europa mediévica, Portugal conheceu e estimou a pintura mural, largamente praticada, entre nós, durante a época gótica, na era manuelina, e ainda no período renascentista anterior ao classicismo. [...]
Desconhecidas ou menosprezadas, as pinturas murais portuguesas não contavam sequer, anteriormente ao ano de 1921, nos domínios da História da Arte nacional, não existindo qualquer trabalho de investigação ou crítica que procurasse relacioná-las ou salientar a sua importância. [...]
São muito freqüentes as sobreposições, à primeira vista explicáveis por deficiências do material. A imortalidade que Francisco de Olanda, na Pintura Antiga, atribuia aos frescos, é condicionada pela combinação das pastas com as côres e pelo maior ou menor resguardo do ambiente. É possível, contudo, que mais que a deterioração dos indutos concorresse para a abundância de sobreposições, a mudança do gôsto e a pletora do dinheiro, na transição da era gótica para a Renascença. Encontram-se, com efeito, pinturas murais sobrepostas, que não distam meio século das que vieram cobrir, às quais, de resto, taparam freqüentemente sem as deteriorar. [...]
As estampas [...], escolhidas entre a copiosa documentação existente nos arquivos fotográficos da Direcção Geral, representam aspectos de pinturas murais, conservadas nas igrejas de Outeiro Sêco, Bravãis, Travanca, e Gatão, na capela da Senhora da Glória, da Sé de Braga, e no Cláustro Real da Batalha.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089