quarta-feira, março 25, 2015

Arte Poetica


Q.[UINTO] HORACIO FLACCO
trad. de Cândido Lusitano

Lisboa, 1784
Na Typografia Rollandiana
3.ª edição
bilingue latim / português
19,4 cm x 12,8 cm
264 págs. + 8 págs. («Livros modernos, que se vendem em casa de Francisco Rolland, Impreffor-Livreiro em Lisboa ao Bairro Alto, na efquina da Rua do Norte»)
encadernação da época inteira de pele, com gravação a ouro e rótulo na lombada
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
120,00 eur (IVA e portes incluídos)

«Há muitos séculos, que os homens dedicados às boas Artes veneram com especial respeito os Poetas do século de Augusto; mas entre todos nenhum tem reputação mais distinta, do que Horácio, e talvez nenhum tem ouvido iguais louvores, não menos de sábios modernos, que antigos. Petrónio admirou nele uma particular arte em dar às matérias, de que tratava, umas cores vivíssimas; e Quintiliano confessa, que ele é quase o único Lírico digno de se ler: porque é cheio de belezas, de variedade de figuras, e de uma felicíssima abundância de expressões nobres [...]» (grafia actualizada). Isto nos diz o nosso Cândido Lusitano no Discurso Preliminar à sua tradução e anotações para português, de uma obra que a nova geração de poetas nacionais nada perderia em tentar ler.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089