domingo, maio 10, 2015

Resumo [livro impresso e variante manuscrita de 1 poema]



J.[OSÉ] C.[ARLOS] ARY DOS SANTOS

Lisboa, 1972
[ed. do Autor] Livraria Quadrante (distribuição)
1.ª edição
18,9 cm x 12,3 cm
80 págs.
capa e orientação gráfica de C.[idália] de Brito [Pressler]
exemplar manuseado, mas muito aceitável

[junto com 1 folha manuscrita, datada e assinada, com a versão primitiva do poema que surge na pág. 15 sob o título «Soneto Presente»]
29,6 cm x 20,9 cm
1 folha A4 apenas escrita de um lado
para além do título e de ser diverso na pontuação, o poema perdeu na versão impressa a confusa dedicatória do manuscrito: «Para o Manuel João [Palma Carlos] – meu Pai, e meu irmão mais novo.»
250,00 eur (IVA e portes incluídos)

O poema alude ao que no ano anterior havia acontecido a Ary dos Santos: a proibição e apreensão de um livro seu.
David Mourão-Ferreira caracterizou um dia a sua obra assim:
«[...] mesmo quando francamente ao serviço de um ideário e de uma praxis cívica que não recusam assumir-se como tais [Ary aderiu ao Partido Comunista Português em 1969], rarissimamente renuncia, no entanto, àqueles pendores da invenção metafórica e da recriação vocabular que constituem outra vertente da modernidade. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089