segunda-feira, junho 01, 2015

O Vinho e a Lira


NATÁLIA CORREIA

Lisboa, s.d. [Abril de 1966*]
Edição de Fernando Ribeiro de Mello (Edições «Afrodite»)
1.ª edição
19,5 cm x 12,5 cm
104 págs.
capa em papel de veludo impresso a branco-zinco
exemplar como novo, com falta do acetato de protecção
peça de colecção
95,00 eur (IVA e portes incluídos)

Edição exemplar, quer como trabalho tipográfico, quer como modelo de coragem tanto de uma escritora como do seu editor, a saber: publicar uma autora que acabava de ser referenciada pela polícia estatal como pessoa indesejável e, quem sabe?, uma ameaça antipatriótica às instituições...
Literariamente, a poderosa metáfora dos poemas desafiava o opressor assim:

«ESPÓLIO SENTIMENTAL DE UMA CAÇADA À CABRA SELVAGEM

O desvelo da cabra exposta
pelos assassinos não acaba
dá a cada um uma posta
e assim se despede de cabra.

Uns apanham no ar a flor do seu alarme
outros colhem dos olhos o derramado pólen
alguns fotografaram o espalhado abdómen.

Houve até quem comesse a sua carne.»

* Datado segundo Pedro Piedade Marques, Editor Contra: Fernando Ribeiro de Mello e a Afrodite (Montag, 2015).

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089