sexta-feira, julho 31, 2015

La Chine dans un Miroir


CLAUDE ROY
fotog. Henri Cartier-Bresson, Denise Colomb, et alli

Lausana (Suíça), 1953
La Guilde du Livre
1.ª edição
28,3 cm x 22,2 cm (álbum)
2 págs. + 158 págs. + 6 folhas em extra-texto + 2 desdobráveis em extra-texto
profusamente ilustrado a negro no corpo do texto e a cor em separado
impressão em rotogravura, capa protegida por papel de cristal
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível
edição fora do mercado destinada apenas aos membros da guilda
40,00 eur (IVA e portes incluídos)

Claude Roy (1915-1997), poeta e ensaísta francês, com um percurso cívico que foi da reaccionária Action Française ao reformismo do Partido Comunista, que abandonou por altura da invasão da Hungria para, de novo, regressar a posições da “nova direita”. Sublinhe-se, todavia, as suas iniludíveis tomadas de posição contra os autoritarismos do século XX, assim como o seu conhecimento da China, quer antes quer depois da ditadura maoísta.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089