quinta-feira, julho 23, 2015

Meditação aos pés da columna de D. Pedro IV


EUGENIO DE CASTILHO

Lisboa, 1870
Typographia Lusitana
1.ª edição
23 cm x 15,5 cm
4 págs.
folhinha encasada na capa sem qualquer costura
exemplar estimado, com discretos restauros; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

«[...] D. Miguel era a noite, a treva milanaria,
o despotismo cru, o negro cadafalso,
a cruz mudada em jugo, a garra tumultuaria,
o direito da força, atroz, absurdo, falso.
[...]
D. Pedro era o porvir, era a Paz, a Harmonia,
o laço que ligava a antiga á nova idade,
era a cruz sobre o altar, a aurora d’este dia,
resplendente de luz, de inteira liberdade. [...]»

Assim, dialecticamente, canta o poeta (filho de António Feliciano de Castilho) as virtudes daquele que mais se expôs na defesa da primeira Constituição nacional.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089