domingo, agosto 23, 2015

A Condição Humana


ANDRÉ MALRAUX
trad. e prefácio de Jorge de Sena

capa de Bernardo Marques

Lisboa, s.d. [1958 ?]
Edição «Livros do Brasil» Lisboa
[s.i.]
21,8 cm x 15 cm
256 págs.
capa com o título elegantemente acentuado por relevo seco [o que nos leva a crer tratar-se da 1.ª edição, dado nas edições mais recentes o editor ter optado por plastificação brilhante, e nem sequer com relevo]
exemplar manuseado mas muito limpo, com sinais fortes da presença da luz na lombada
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Do notável Prefácio do escritor Jorge de Sena:
«[...] Malraux é, de facto [...] um filho preclaro da velha sociedade europeia, daquilo a que se convencionou chamar “civilização ocidental”. Foi sempre, porém, um filho rebelado contra o muito que dessa civilização ele sente que se lhe cola à pele. E, como de Rimbaud diz Wilson, dividido entre o “compromisso humilhante” e o “caos não menos humilhante”, e a ambos tentando recusar, e recusando-os efectivamente, na medida em que supera uma antinomia que o puro individualismo (a vaidade da consciência humana individual) não pode, de resto, resolver. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089