terça-feira, agosto 04, 2015

Lisboa Moderna



ZACHARIAS D’AÇA

Lisboa, 1906
Livraria Editora Viuva Tavares Cardoso
1.ª edição
19,4 cm x 12,7 cm
2 págs. + 528 págs.
encadernação de amador em sintético com gravação a ouro na lombada
pouco aparado, conserva ambas as capas de brochura
exemplar muito estimado, capa anterior machada; miolo limpo
120,00 eur (IVA e portes incluídos)

É o último livro de Zacarias de Aça (1839-1908), que regista um pouco de todos os assuntos de seu interesse como cronista. Memória dos seus amigos poetas e prosadores (Herculano, Júlio César Machado, Garrett, Castilho e, sobretudo, Bulhão Pato), também dos melhores representantes de belas-artes e artes gráficas (João Cristino da Silva, Rafael Bordalo Pinheiro, entre outros), e, como não poderia deixar de ser, apontamentos interessantíssimos acerca dos desportos, em que avultam a caça (Aça foi, em 1875, fundador e director do primeiro periódico cinegético), o tiro, a esgrima e as touradas.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089