terça-feira, setembro 29, 2015

Raridades Biblíacas


ALVARO NEVES

Coimbra, 1945
Biblioteca da Universidade
1.ª edição [única]
24,8 cm x 16,3 cm
4 págs. + 128 págs.
subtítulo: Edições incompletas – Subsídios
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível, por abrir
rara peça de colecção e trabalho
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

António Álvaro Oliveira Toste Neves (1883-1948), que, «[...] Com apenas 13 anos, necessidades de subsistência económica obrigaram-no a deixar de estudar, para trabalhar como marçano na Livraria Ferin, e foi assim que um assíduo e íntimo contacto com os livros veio a moldar em Álvaro Neves [...] o perfil de um dedicado bibliófilo. Depois, ao mesmo tempo que trabalhava como correspondente comercial, foi começando a organizar as suas próprias pesquisas bibliográficas [...].» Tendo colaborado em inúmeros jornais, quer como especialista nessa matéria quer com artigos de reportagem, ficou célebre «a sua notável notícia [nas páginas do Diário de Notícias] dos acontecimentos ocorridos em Lisboa na noite de 3 para 4 de Outubro de 1910». Deve-se-lhe ainda hoje o relevo que conferiu à obra de Rafael Bordalo Pinheiro e que culminou na criação do respectivo museu. «[...] Finalmente, o nome de Álvaro Neves está indissociavelmente ligado ao Dicionário Bibliográfico Português de Inocêncio, cujo XXII vol. (1923), da responsabilidade de P.[Pedro] V.[Venceslau] de Brito Aranha, reviu após a morte deste, em colaboração com Gomes de Brito, e cuja publicação promoveu junto do Ministério da Instrução.» (Fonte: Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, vol. III, Publicações Europa-América, Mem Martins, 1994)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089