quinta-feira, outubro 08, 2015

A Paranoia



JULIO DE MATTOS

Lisboa, 1898
Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão
1.ª edição
19 cm x 12,2 cm
190 págs.
subtítulo: Ensaio Pathogenico Sobre os Delirios Systematisados
encadernação de amador em meia-inglesa de tela encerada e papel de fantasia com gravação a ouro na lombada
ligeiramente aparado
conserva as capas de brochura
exemplar muito estimado; miolo limpo
assinaturas de posse na capa e no fontispício
90,00 eur (IVA e portes incluídos)

«Ao passo que na sua maioria as doenças hoje estudadas pelos alienistas pertencem no fundo á pathologia interna, e só pelo predominio, mais apparente ás vezes do que real, dos seus symptomas psychicos se apropriaram a designação de mentaes, os delirios systematisados, esses, pela ausencia de caracteristicas lesões, pela falta de privativas causas determinantes e pela carencia de symptomas funccionaes objectivamente apreciaveis, constituem a verdadeira loucura, a psychose por excellencia, n’uma palavra, o proprio e irreductivel dominio da psychiatria. [...]» Assim abre o autor o seu Prefácio a um estudo médico-científico que deverá ser considerado pioneiro em Portugal.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089