domingo, dezembro 27, 2015

O Depoimento de Américo Thomaz


JOSÉ VILHENA

Lisboa, 1975
Edições Branco e Negro (ed. Autor)
[1.ª edição]
16,5 cm x 11,4 cm
144 págs.
ilustrado com reproduções fotográficas
exemplar estimado, capa com ligeiras quebras; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

O popular humorista José Vilhena, saindo um pouco do seu habitual estilo erótico-fescenino, aproveita as ondas-de-choque político do 25 de Abril para atacar, com a rudeza que também lhe era habitual, algumas figuras que haviam sido sustentáculo da governação e do “pensamento” durante a ditadura do Estado Novo. Depois de Vitorino Nemésio – na sua faceta televisiva de «se bem me lembro» –, é, no vertente livro, chegada a vez do ex-presidente Américo Thomaz, alcunhado de O Cabeça de Abóbora e por aí fora, num despautério de insultos à figura carismática do fascismo-à-portuguesa. Humor grosseiro, de porta de taberna, aliás como sempre; num escritor e caricaturista que ficará apenas na memória de uma geração pouco ou nada subtil, mais sensível às coxas redondas e aos lábios vermelhos das fêmeas do que ao primado da inteligência.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089