domingo, dezembro 06, 2015

Obras Poeticas


NICOLÁO TOLENTINO DE ALMEIDA

Lisboa, 1801
Na Regia Officina Typografica
1.ª edição
2 tomos (completo)
[15 cm x 10,5 cm] + [14,6 cm x 10,3 cm]
232 págs. + 224 págs.
encadernações da época inteiras em pele mosqueada com gravação a ouro, rótulo em pele na lombada apenas no tomo I
pouco aparados, corte carminado
exemplares em bom estado de conservação; miolo limpo, papel muito fresco
assinatura e carimbo de posse no tomo I
peça de colecção
145,00 eur (IVA e portes incluídos)

Poeta da transição de século, do XVIII para o XIX. A presente edição surgiu ainda em vida, dado ele haver falecido apenas em 1811; edição a expensas do Estado, que, na altura, e apesar da feroz vigilância sobre os costumes, permitiu que se desse à estampa requintes sátiros como o do seguinte exemplo entre muitos:

«Em fege eftreita entaipados,
Sol á ilharga, Sol por cima,
Vinha eu, e o Padre Lima
Cheios de pó, e encalmados.
Eis-que na eftrada atacados,
Párão as mulas baratas;
Cuidei eu que erão Piratas,
Que tirão vida, e dinheiro,
Fui ver fe era o Clavineiro,
E achei duas Açafatas.

Trazião a arma mais dura,
Que nos peitos fe tem pofto,
Trazião ambas no rofto
O refpeito, e a formozura.
Querem fege mais fegura,
Porque a fua eftá quebrada;
E em quanto o Padre na eftrada
Lhe diz palavras pompozas,
As minhas mãos refpeitozas
Lhe affoufavão a almofada. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089