sábado, fevereiro 20, 2016

A Biblioteca


UMBERTO ECO
trad. Maria Luísa Rodrigues de Freitas
grafismo de Rogério Petinga

Lisboa, 1987
Difel – Difusão Editorial, Lda.
1.ª edição
19 cm x 12,1 cm
48 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
22,00 eur (IVA e portes incluídos)

Da nota da tradutora na contracapa:
«Santuário da cultura, relicário cioso e protector do pensamento humano, baluarte sacrossanto da civilização, grande cloaca do conhecimento, deve a biblioteca ser uma torre de marfim onde o livro é preservado da passagem dos séculos e das mãos dos homens ou abrir-se como um fruto maduro aos seus olhos, à sua inteligência e à sua cobiça?
[...] Que iremos nós ler nas próximas décadas? Que função terá a biblioteca no futuro?
Eis algumas das questões sobre as quais Umberto Eco reflecte [...].»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089