domingo, maio 22, 2016

Quarteto de Alexandria [Justine; Baltasar; Mountolive; Clea]



LAWRENCE DURRELL
trad. Daniel Gonçalves
capas de António Garcia

Lisboa, 1960 e 1961
Editora Ulisseia, Limitada
1.ª edição (todos)
4 volumes (completo)
19 cm x 13,7 cm
276 págs. + 274 págs. + 364 págs. + 316 págs.
exemplares muito estimados; miolo limpo
assinatura de posse no ante-rosto do segundo volume
65,00 eur (IVA e portes incluídos)

A complexidade estilística que perpassa estes quatro livros – a sua visão amorosa do lugar: a exótica Alexandria antes e durante a Segunda Guerra Mundial como palco de uma paixão radical – originou um dos grandes falhanços cinematográficos na vida artística do realizador George Cukor, provando que a gramática dessas duas artes (a da escrita literária e a do cinema) serão por vezes concomitantes mas insobreponíveis. Em especial, mesmo para o re-contar jornalístico do conteúdo, da trama, por assim dizer, da vertente obra de Durrell, afigura-se impossível transpor para termos simplificados a metáfora metafísica que ela representa no questionamento do quê e do porquê da nossa breve passagem como seres humanos conscientes. Há que lê-la, em silêncio. As origens hindu-tibetanas deste inglês dizem tudo.
Politicamente, Durrell nunca fez segredo do seu posicionamento «conservador, reaccionário e de extrema-direita», o que o levou a não aceitar do governo inglês uma ordem honorífica.
De sublinhar, nesta edição portuguesa, as admiráveis capas do designer António Garcia.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089