terça-feira, maio 10, 2016

Raul Lino – Exposição Retrospectiva da Sua Obra [catálogo]


DIOGO LINO PIMENTEL
JOSÉ-AUGUSTO FRANÇA
MANUEL RIO-CARVALHO
PEDRO VIEIRA DE ALMEIDA

Lisboa, 1970
Fundação Calouste Gulbenkian
1.ª edição
24 cm x 24,2 cm
4 págs. + 240 págs.
profusamente ilustrado
impresso sobre papel superior, texto a duas colunas
exemplar estimado, capa um pouco suja; miolo irrepreensível
60,00 eur (IVA e portes incluídos)

Refere Vieira de Almeida no seu pertinente texto:
«[...] Tinha Raul Lino 13-14 anos [nascido em 1879] quando iniciou os seus estudos de arquitectura em Honnover. [...] Na Alemanha além dos cursos que tinha de frequentar, Raul Lino trabalhou no atelier de Albrecht Haupt o que o viria a marcar profundamente não só pela formação clássica e historicista, mas até na ideia que teria do seu próprio país. Raul Lino aprende Portugal através do historiador alemão, e isso é importante na medida em que é nesse aprendizado que foram lançadas de facto as sementes que mais tarde, iriam definir a sua capacidade de entendimento e desentendimento, da época ou épocas em que viria a trabalhar. [...]»
Aos 17 anos apenas encontra-se de novo em Portugal, e, enquanto outros estariam por aquela idade a iniciar a sua formação, já Lino trabalha como projectista. Imbuído de noções muito precisas e arreigadas de equilíbrio formal e de espaço, fruto de uma época de transição arquitectónica e urbana, toda a sua vida artística surge aos nossos olhos como o terreno da conflitualidade entre esses seus valores e os imperativos, no imediato pós-Segunda Guerra Mundial, de amontoar pessoas em cidades, em casas-modelo exíguas, de desenho minimal, abstractas, “funcionais”.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089