sexta-feira, julho 22, 2016

Aldeia Rica


AUGUSTO DA COSTA
capa de Maria Vasconcellos

Lisboa, 1948
Parceria António Maria Pereira
1.ª edição
19,1 cm x 12,8 cm
32 págs. + 372 págs.
exemplar estimado, capa com restauros; miolo limpo, parcialmente por abrir
valorizado pela dedicatória manuscrita do Autor
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Augusto da Costa (1899-1954) foi «Jornalista, romancista e zeloso propagandista do sistema corporativo, cuja legislação compilou em diversas colectâneas. Dirigiu em 1918 A Monarquia, órgão do Integralismo Lusitano. [...] Colaborador do Diário da Manhã, dos jornais afectos à situação, da revista Ocidente [...], e também do suplemento literário do Diário de Lisboa dos anos 30. Foi amigo de Fernando Pessoa, que lhe deu colaboração para o volume, que organizou e seleccionou, Portugal, Vasto Império, 1934.» (Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, vol. III, Publicações Europa-América, Mem Martins, 1994)
O vertente romance constitui uma interessante crónica da decadência de uma localidade nas imediações de Azeitão.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089