quarta-feira, julho 27, 2016

Da Vida e da Morte dos Bichos






HENRIQUE GALVÃO
TEODÓSIO CABRAL
ABEL PRATAS
capas de Vasco, Stuart, Güy Manuel e Moura

Lisboa, 1936, 1938, 1941, 1944 e 1946
Livraria Popular de Francisco Franco
2.ª edição (I e II vols.), 1.ª edição (III, IV e V vols.)
5 volumes (completo)
24,4 cm x 17 cm
[256 págs. + 1 desdobrável em extra-texto (mapa a cor)] + 228 págs. + 240 págs. + 236 págs. + 256 págs.
subtítulos gerais: Subsídios para o estudo da fauna de Angola e notas de caça [I, II, III e IV]; Narrativas da caça grossa em África [V*]
subtítulos por volume: [I] Elefantes e rinocerontes; [II] O hipopótamo – A girafa – O Crocodilo – Os Javalis; [III] O lião; [IV] Búfalos, gorila, leopardos, antílopes, etc.
profusamente ilustrados
exemplares estimados, alguns restauros nas lombadas; no geral miolo limpo
acondicionados em estojo próprio de fabrico recente
300,00 eur (IVA e portes incluídos)

É preciso sublinhar que o vertente “estudo” teve por fonte de “informação” animais mortos em safaris levados a cabo por colonizadores africanistas: os supracitados autores da obra. A profusão e a diversidade das espécies “estudadas” dá-nos uma pálida ideia, não da fauna que existia então em África, mas sim daquilo que caminhava a passos largos para a irremediável extinção. Por muito menos, ainda recentemente se viu o rei de Espanha obrigado a retirar-se para os bastidores.

* Este volume extra-série já só indica Henrique Galvão como autor.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089