segunda-feira, agosto 08, 2016

Bartolomeu Marinheiro




AFONSO LOPES VIEIRA
ilustr. de João Carlos

Lisboa, 1955
Livraria Bertrand
2.ª edição (emendada)
25,7 cm x 20,5 cm
48 págs.
profusamente ilustrado a cor
impresso sobre papel superior algodoado
cartonagem editorial
exemplar muito estimado, com minúsculas falhas de papel; miolo limpo
80,00 eur (IVA e portes incluídos)

«[...] Bartolomeu entrou na Flor do Mar
e abriu as velas – asas para voar.

Deu-lhes um beijo logo a fresca aragem
e o Tejo desejou-lhes – Boa viagem!

Oh! que lindo que vai esse navio
a largar pelo azul do belo rio! [...]»

E lá foi Bartolomeu Dias, que – diz a lenda pátria – viu e venceu o tenebroso gigante Adamastor, ou, pelo menos, dobrou o Cabo das Tormentas, como tal rebaptizado Cabo da Boa Esperança. Lopes Vieira, no seu estilo doce, conta aqui em versos para jovens leitores esse episódio dos Descobrimentos. Edição particularmente atraente devido à mestria gráfica do ilustrador.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089