segunda-feira, setembro 26, 2016

Anuário de Poesia



FERNANDO LUÍS [SAMPAIO]
JOSÉ AGOSTINHO BAPTISTA
JOSÉ BENTO
MIGUEL SERRAS PEREIRA
FIAMA HASSE PAIS BRANDÃO
ADÍLIA LOPES
JOÃO RUI DE SOUSA
capas de Manuel Rosa

Lisboa, 1984 a 1987
Assírio e Alvim
1.ª edição
4 volumes (completo)
26,9 cm x 17 cm
160 págs. + 144 págs. + 124 págs. + 128 págs.
subtítulo: Autores Não Publicados
exemplares muito estimados, pequenas esfoladelas nas capas; miolo irrepreensível
45,00 eur (IVA e portes incluídos)

Antologias de poetas escolhidos por poetas, sob a forma de «júri». Esta coisa de três ou quatro poetas armarem-se em juízes de versos alheios, nem sempre dá bons resultados. Por vezes as revelações tão esperadas pelos leitores patenteiam surpresas escusadas... Sem julgar da qualidade dos florilégios, desde logo nomes como os de Carlos Porto, ou Francisco Bélard, ou Marina Tavares Dias, mesmo há trinta anos, nada tinham de revelação ou míngua de editor disponível para os publicar. Tratava-se, isso sim – para além da troca de favores com algumas peças na altura colocadas em pontos-chaves na imprensa cultural –, de uma maneira airosa de o editor se ver livre de grossos contingentes de candidatos à edição de poesia, que a todo o instante lhe entravam portas adentro da livraria, ali sita às redondezas da Junta de Freguesia de Arroios (Lisboa – Portugal). Teve pouca sorte este empreendimento de cortejar simultaneamente deus e o diabo, esquecendo que uma antologia que se preze começa por ser, à partida, um rigoroso acto de exclusão.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089