sexta-feira, dezembro 09, 2016

Filipa


JOSÉ MANUEL PRESSLER
capa e grafismo de Cidália de Brito [Pressler]

Lisboa, 1967
Editado por Manuel de Castro
1.ª edição
17,9 cm x 13,6 cm
60 págs.
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

Nota explicativa do poeta Manuel de Castro:
«José Manuel Pressler nasceu em Lisboa, freguesia de S. Sebastião da Pedreira, a 16 de Março de 1938.
Na noite de 29 de Outubro de 1965, em Bruxelas, cerca das 21 horas e 30 minutos, disparou um tiro na cabeça, tendo utilizado um velho revólver para tal fim. [...]
Os jornais que noticiam esta espécie de acontecimentos anunciam normalmente “faleceu” ou “pôs termo à vida”. O vulgo diz “morreu”. O padre Manuel Bernardes preferia “passou”. Eu, amigo do suicida por ínvios caminhos, afirmo: mudou.
A ultrapassagem de um certo limite é, para o predestinado, uma mudança de situação, nunca uma consequência.
Os que lerem este livro que procurem nele os porquês e os comos que tanto preocupam as costureiras literárias.
O responsável pela edição limita-se a propôr à leitura dos interessados a herança dum companheiro de aventura e mistério.
Sem explicações.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089