sexta-feira, dezembro 09, 2016

O Pobre de Santiago



GRAÇA PINA DE MORAIS
capa de Manuel Ribeiro de Pavia

Lisboa, 1955
Sociedade de Expansão Cultural
1.ª edição
19,5 cm x 12,4 cm
164 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Médica e escritora, referem-se-lhe António José Saraiva e Óscar Lopes, na História da Literatura Portuguesa (Porto Editora, 15.ª ed., Porto, 1989), nos seguintes brevíssimos termos:
«[...] Algumas das melhores revelações femininas podem ligar-se àquela tendência subjectivamente demolidora que procura atingir a mola íntima, existencial, de liberdade, através de uma nauseada, ou angustiada, negação genérica, afinal muito semelhante à teologia negativa dos místicos. Em geral, tal negatividade recobre um inconfessável apego aos valores da religiosidade tradicional, e isso é bem sensível [nos romances] de Graça Pina de Morais, [...] cuja linguagem trai, por outro lado, as fontes dostoievsquianas-saudosistas do seu senso de mistério [...].»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089