terça-feira, janeiro 31, 2017

José Tagarro


BARATA FEYO
fotog. Mário Novais

Lisboa, 1960
Artis
1.ª edição [única]
24,4 cm x 20,2 cm
12 págs. + 17 folhas em extra-texto (duas das quais com cromo colado)
subtítulo: 1902-1931
profusamente ilustrado a negro e a cor
encasado sem costura nem agrafo
exemplar como novo
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


A Pintura Portuguesa Neo-Realista


ERNESTO DE SOUSA
fotog. Mário Novais

Lisboa, 1965
Artis
1.ª edição [única]
24,4 cm x 20,3 cm
20 págs. + 17 folhas em extra-texto (duas das quais com cromo colado)
profusamente ilustrado a negro e a cor
encasado sem costura nem agrafo
exemplar como novo
50,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Francisco Smith


MANUEL MENDES
fotog. Mário Novais, Lucien Petit-Jean e Castelo-Branco

Lisboa, 1962
Artis
1.ª edição [única]
24,5 cm x 20 cm
12 págs. + 17 folhas em extra-texto (duas das quais com cromo colado)
subtítulo: 1881-1961
profusamente ilustrado a negro e a cor
encasado sem costura nem agrafo
exemplar como novo
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Pintura Portuguesa Abstracta em 1960


JOSÉ-AUGUSTO FRANÇA
fotog. Mário Novais, A. Santos d’Almeida e Jacques Kobel

Lisboa, 1960
Artis
1.ª edição
24,2 cm x 20,5 cm
12 págs. + 19 folhas em extra-texto (quatro das quais com cromo colado)
profusamente ilustrado a negro e a cor
encasado sem costura nem agrafo
exemplar estimado, sem a folha de cristal de protecção da capa; miolo irrepreensível
30,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Júlio Pomar


ERNESTO DE SOUSA
fotog. Castelo-Branco

Lisboa, 1960
Artis
1.ª edição [única]
24,2 cm x 20,5 cm
12 págs. + 17 folhas em extra-texto (duas das quais com cromo colado)
profusamente ilustrado a negro e a cor
encasado sem costura nem agrafo
exemplar como novo
50,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Nikias Skapinakis


FERNANDO PERNES

Lisboa, 1972
Artis
1.ª edição [única]
24,3 cm x 20,3 cm
12 págs. + 17 folhas em extra-texto (tendo duas delas cromo colado)
profusamente ilustrado a negro e a cor
texto linotipado e impresso a cinza, policromias zincogravadas, monocromias impressas em rotogravura, sobre papel superior semicartonado
encasado sem costura nem agrafo
exemplar como novo
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Inactualidade da Arte Moderna


NIKIAS SKAPINAKIS

Lisboa, s.d. [1959, seg. BNP]
Seara Nova
1.ª edição
19,7 cm x 12,3 cm
40 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Conferência proferida por Skapinakis em Outubro de 1958 na Sociedade Nacional de Belas Artes.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


segunda-feira, janeiro 30, 2017

Epitome de Grammatica Portugueza [...]



C. D. M. [CARLOS DUARTE DE MAGALHÃES]

Porto, 1851
Na Typographia de Sebastião José Pereira
[1.ª edição]
15,5 cm x 10,7 cm
166 págs.
subtítulo: [...] composto de elementos extrahidos de varios grammaticos e philologos de melhor nota; e coordenados por [...]
encadernação inteira em pele marmoreada com elegante gravação a ouro na lombada
pouco aparado
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível, papel sonante
PEÇA DE COLECÇÃO
55,00 eur (IVA e portes incluídos)

Segundo Inocêncio Francisco da Silva (Diccionario Bibliographico Portuguez, tomo IX, Imprensa Nacional, Lisboa, 1870):
«[...] É epitome de boa coordenação, em que o auctor aproveitou, alem das de Blair e Condillac, as doutrinas de Gomes de Moura, Soares Barbosa, Moraes, Constancio e Leite Ribeiro. – Foi ha annos adoptado como compendio em alguns Lyceos, e nomeadamente no de Lisboa; e creio que a edição está inteiramente exhausta.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


A Filosofia de Lao-Tseu


ALP. [ALPHUN] SAÏR (criptónimo)

Lisboa, 1921
Livraria Clássica Editora de A. M. Teixeira
1.ª edição
19 cm x 12,2 cm
136 págs.
exemplar estimado, restauro na lombada; miolo limpo
assinaturas de posse no ante-rosto
30,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Leonor Teles


ANTERO DE FIGUEIREDO

Paris-Lisboa | Porto | Rio de Janeiro, 1921
Livrarias Aillaud e Bertrand | Livraria Chardron | Livraria Francisco Alves
4.ª edição
17,8 cm x 12,1 cm
XXXVIII págs. + 398 págs.
subtítulo: “Flor de Altura”
encadernação editorial em tela encerada, gravação polícroma em ambas as pastas e na lombada
exemplar muito estimado; miolo limpo
discreta assinatura de posse no frontispício
27,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Os Silêncios do Coronel Bramble


ANDRÉ MAUROIS
trad. António Ferreira
capa de Lopes Alves

Lisboa,
Editorial Aster, Lda.
1.ª edição
19,6 cm x 13 cm
160 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


domingo, janeiro 29, 2017

A Arte de Navegar


JAIME DO INSO

Lisboa, 1943
Edições Cosmos
1.ª edição
19,4 cm x 13,5 cm
224 págs.
exemplar envelhecido mas aceitável; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

Importante manual da autoria de Jaime Correia do Inso, capitão-de-fragata e, mais tarde, director do Museu da Marinha, e que se notabilizou como escritor de memórias do Oriente. O seu nome surge também ligado à primeira travessia aérea do Atlântico Sul levada a cabo por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, em 1922, por ser encontrar no desempenho de funções de imediato no cruzador Carvalho Araújo quando nele foi transportado para o Brasil o respectivo hidroavião.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Mr. Wu


LOUISE JORDAN MILN
trad. Jaime do Inso

Lisboa, 1936
Edições Europa
1.ª edição
19 cm x 12,5 cm
384 págs.
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo limpo
22,00 eur (IVA e portes incluídos)

Louise Jordan Miln (1864-1933), esposa do actor inglês George Crichton Miln, ela própria também actriz, é por vezes, injusta e duvidosamente, dada como pseudónimo deste último. Precursora de um género de ficção centrada no Oriente, que teve como expoente Pearl Buck, estreou-se neste Mr. Wu, já viúva cinquantona, mas senhora de uma escrita enigmática muito aplaudida na época. Mr. Wu chegou, até, a ser levado ao cinema em 1927.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Visões da China


JAIME DO INSO, capitão-tenente
anteprefácio de Wenceslau de Moraes

Lisboa, 1933
Edição do Autor (depositário Livraria J. Rodrigues & C.ª)
2.º milhar
18,8 cm x 12,2 cm
412 págs. + 6 págs.
capa de Julio Alves
composto manualmente
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse no frontispício
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Diz-nos o Autor:
«[...] O livro é, por assim dizer, uma continuação, um complemento de outro livro anterior – “O Caminho do Oriente” – e ambos pretendem constituir como que um cenário de quadros reais, onde se procura desenhar o ambiente tão típico e único da nossa vida colonial, como é o de Macau. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Eis a Guiné!


FERNANDO ROGADO QUINTINO

Lisboa, 1946
Sociedade de Geografia de Lisboa
[1.ª edição]
20,7 cm x 14,8 cm
64 págs.
subtítulo: Breve Notícia da Sua Terra e da Sua Gente
ilustrado no corpo do texto
acabamento com dois pontos em arame
exemplar estimado; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

Publicado por ocasião do quinto centenário do descobrimento da Guiné, trata-se de uma pequena resenha histórico-antropológica sobre a colónia «[...] que, sendo a primeira a ser descoberta, foi a última, dentre as do Império Português, a ser pacificada e ocupada – e, portanto, também, a ser conhecida nas suas minúcias e singularidades. [...]» (do Prefácio do autor). É de lembrar que, de certo modo, foi igualmente aí que se tomou consciência da impossibilidade de a força ocupante vencer a guerra colonial.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Poemas


ALDA LARA
notas de Orlando de Albuquerque

Lobito, 1973
Capricórnio
3.ª edição
20,7 cm x 14,7 cm
200 págs.
subtítulo: Obra Completa de Alda Lara
exemplar estimado; miolo limpo
47,00 eur (IVA e portes incluídos)

Médica angolana notável e poeta exímia, Alda Pires Barreto de Lara e Albuquerque (1930-1962) não chegou a viver para ver assim a sua poesia reunida, que Manuel Ferreira (ver Literaturas Africanas de Expressão Portuguesa, vol. 2, Instituto de Cultura Portuguesa, Lisboa, 1977) reconhece como poesia «[...] de motivação europeia, mas a da inserção angolana emerge de uma serena visão humanística.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Um Grande Negócio


ORLANDO DE ALBUQUERQUE

Lobito, 1972
Cadernos Capricórnio – Separata de “O Lobito”
1.ª edição
20,1 cm x 14,8 cm
16 págs.
acabamento com um ponto em arame
exemplar como novo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Coordenador destes Cadernos Capricórnio (sendo o vertente o primeiro da extensa colecção), escritor e médico, terá colhido ensinamento literário na proximidade e admiração pela sua esposa, a poetisa Alda Lara. No geral, a sua prosa tem «[...] a particularidade de revelar o conhecimento das estruturas mentais dos componentes das sociedades tradicionais, o que não é vulgar na ficção angolana. [...]» (Manuel Ferreira, Literaturas Africanas de Expressão Portuguesa, vol. 2, ICP – Biblioteca Breve, Lisboa, 1977)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Homem Que Tinha a Chuva


ORLANDO DE ALBUQUERQUE

Lisboa, 1968
Agência-Geral do Ultramar
1.ª edição
23,1 cm x 16 cm
140 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
discreta rubrica de posse no canto inferior direito do frontispício
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Orlando de Albuquerque (1925-1997), médico, poeta, dramaturgo, ficcionista e ensaísta, embora nascido em Moçambique, virá a notabilizar-se num contexto angolano (Lobito), no círculo literário da poeta Alda Lara, sua esposa.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Introdução à História de África



[ANÓNIMO*]

Beira (Moçambique), 1972
Lions Clube da Beira
1.ª edição
20,5 cm x 14,4 cm
2 págs. + 50 págs.
ilustrado
impressão mimeográfica
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo limpo
PEÇA DE COLECÇÃO
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

* Do cólofon: «Edição de um grupo de jovens sob o patrocínio do Lions Clube da Beira».

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Cozinha Moçambicana


aa.vv.
ilust. Alfredo da Conceição

Lourenço Marques, Novembro de 1975
Fundo de Turismo
2.ª tiragem
20 págs. x 20,1 cm
104 págs.
ilustrado
exemplar estimado; miolo limpo
27,00 eur (IVA e portes incluídos)

Compilação de especialidades culinárias tradicionais moçambicanas, coligidas sobretudo por Cesário Abel de Almeida Viana.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Cem Maneiras de Cozinhar Peixes


FEBRÓNIA MIMOSO
pref. Amélia Augusta

Porto, s.d. [circa 1925]
Casa Editôra de A. Figueirinhas, L.da
«nova edição»
17,3 cm x 11,5 cm
48 págs.
acabamento com dois pontos em arame
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


sexta-feira, janeiro 27, 2017

O Exilado de Bougie


NORBERTO LOPES
pref. João de Barros
ilust. Francisco Valença e Menezes Ferreira

Lisboa, 1942
Parceria António Maria Pereira
3.ª edição
19,3 cm x 13 cm
304 págs. + 50 págs. em extra-texto
subtítulo: Perfil de Teixeira Gomes
exemplar muito estimado; miolo limpo, parcialmente por abrir
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

É a apaixonante aventura da vida daquele que terá renunciado a meio do seu mandato como Presidente da República pouco antes do golpe militar que instaurou em Portugal 48 anos de risível ditadura. «Era o reflexo da simpatia crescente, no exército e mesmo na opinião pública, por soluções autoritárias e pelos regimes de tipo mussoliniano (em Itália) e riverista (em Espanha)» – diz-nos Francisco Manuel Vitorino na História de Portugal em Datas (Círculo de Leitores, Lisboa, 1995). «Face aos ataques constantes dos anarquistas e da chamada Legião Vermelha (grupo parapolítico com filiação comunista), a burguesia, atemorizada, penderia para o lado de partidos e correntes de extrema-direita.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Apocalipse do Apóstolo João




[MARTIM AVILLEZ, ilust.]

Lisboa, 1972
Edições Afrodite – Fernando Ribeiro de Mello
1.ª edição [única]
20,8 cm x 20,8 cm
104 págs.
profusamente ilustrado
encadernação editorial com gravação a ouro na pasta anterior e sobrecapa impressa
conserva a tarjeta original
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível
é o n.º 43 da tiragem especial de apenas 200 exemplares assinados pelo ilustrador
115,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se da mais interessante abordagem gráfica do texto bíblico, num estilo caricatural contemporâneo fortemente alegórico. Do falecido (2014) ilustrador, escreveu Manuel João Gomes no periódico & etc (vd. n.º 4, Lisboa, Fevereiro de 1973):
«[Martim Avillez] [...] reconstituiu iconograficamente o texto-fetiche e chamou-lhe seu; podemos designar a operação realizada como uma leitura de grau zero: vive a ilustração de uma tal inocência frente a escrita que isso acaba por imprimir violência e crueldade à leitura, criticando o texto como nenhuma ilustração das que conhecemos o conseguiu [...].»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Rã no Pântano



ANTÓNIO DE ALMEIDA SANTOS
capa e ilust. Tóssan

Lisboa, 1959
Parceria António Maria Pereira
1.ª edição
19,5 cm x 14,6 cm
136 págs.
ilustrado
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
valorizado pela dedicatória manuscrita do pai do Autor
30,00 eur (IVA e portes já incluídos)

Livro proibido pelo regime de Salazar, não sem grande surpresa do autor, o conhecido deputado do Partido Socialista, então ainda um mero advogado a exercer em Lourenço Marques. São dele, em 2004, as seguintes palavras impressas no “relatório” Livros Proibidos no Estado Novo (Assembleia da República, Lisboa, 2005), onde a obra vem assinalada com destaque:
«O meu livro Rã no Pântano foi apreendido, se bem ajuízo, por razões de intolerância política e de intolerância religiosa. Não sei qual das intolerâncias mais pesou. Talvez a soma de ambas.
Quem hoje o ler não encontrará razões para ele ter merecido tamanha honra. Mas é essa mesma conclusão que documenta até que ponto o regime ditatorial levava o seu dirigismo ideológico e a sua repressão cultural.
Dizem-me que o livrinho terá sido, não apenas proibido, mas excomungado. Colocado no índex. Se assim foi, o grau de intolerância sobe de tom. A Inquisição tinha terminado há muito.»
Há que acrescentar que, muitas vezes, as apreensões eram devidas simplesmente à tremenda incultura e estupidez do censor... e que a inquisição, mesmo agora, ainda não correu os taipais; sequer para balanço!

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Nosso Amargo Cancioneiro


JOSÉ VIALE MOUTINHO, org. e pref.
capa de Marco

Porto, 1972
Edições Latitude
1.ª edição
18,2 cm x 11,9 cm
152 págs.
exemplar estimado, capa suja; miolo limpo
assinatura de posse no ante-rosto
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Acertadamente refere Viale Moutinho, no seu prefácio, «um caminho – o da amargura», ao caracterizar o «momento fecundo da primeira metade de 1972» na intervenção continuada dos cantores sociais, em que um Zeca Afonso, ou um Adriano Correia de Oliveira, ou um Luís Cília, ou um José Mário Branco, ou um Sérgio Godinho foram pontos de referência à navegação de assalto às mentiras do Estado Novo. Num substancial resumo da enorme diversidade de poemas cantados nessa época, vamos encontrar a escrita directa de poetas como Afonso Duarte, Alexandre O’Neill, António Borges Coelho, António Cabral, António Gedeão, António Rebordão Navarro, Carlos de Oliveira, Daniel Filipe, Eduardo Valente da Fonseca, Fernando Assis Pacheco, Fiama Hasse Pais Brandão, João Apolinário, Ary dos Santos, José Gomes Ferreira, Saramago, Manuel Alegre, Maria Teresa Horta, Natália Correia, Orlando da Costa, Raul de Carvalho, Reinaldo Ferreira, Sophia de Mello Breyner, Urbano Tavares Rodrigues, etc.
Outros tempos, estes em que cantores cantavam poetas de referência, em vez de gargarejarem umas coisas que lhes ocorrem no banheiro.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


segunda-feira, janeiro 23, 2017

Não É Preciso Mentir


ANTÓNIO BOTTO
capa de Fred Kradolfer

Porto, 1939
Editôra Educação Nacional
1.ª edição
19,5 cm x 13 cm
288 págs. + 1 folha em extra-texto
impresso sobre papel superior
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo, parcialmente por abrir
para além de assinado pelo Autor na pág. de copyright e no cólofon, ostenta dedicatória manuscrita do mesmo à actriz Maria das Neves e ao empresário teatral Lopo Lauer
PEÇA DE COLECÇÃO
150,00 eur (IVA e portes incluídos)

Compilação de breves narrativas de jaez moralista.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Antologia de Poemas Portugueses Modernos


FERNANDO PESSOA
ANTÓNIO BOTTO


Coimbra, 1944
Editorial Nobel
1.ª edição [única]
19,3 cm x 13,2 cm
194 págs.
EXEMPLAR NUMERADO (N.º 2.645) E COM CARIMBO DE ANTÓNIO BOTTO
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo limpo
70,00 eur (IVA e portes incluídos)

Alguns dos poetas antologiados:
Camilo Pessanha, Gomes Leal, Mário de Sá Carneiro, Eugénio de Castro, Antero de Quental, Augusto Gil, Guerra Junqueiro, Ângelo de Lima, Alberto Osório de Castro, Júlio Dantas, Cesário Verde, António Sardinha, João de Deus, António Feijó, João Lúcio, António Nobre, João de Barros, António Patrício, Mário Beirão, Miguel Torga, Francisco Bugalho, José de Almada Negreiros, Guilherme Braga, José Régio, Gonçalves Crespo, Afonso Duarte, Luís Montalvor, Teixeira de Pascoais, Carlos Queiroz, Vitorino Nemésio, Alfredo Guisado, Florbela Espanca, etc. Além destes e de alguns mais, é de notar a subtil inclusão também dos vários heterónimos de Fernando Pessoa... No essencial, desconto dado a um ou outro nome hoje caído no natural esquecimento, a modernidade de um tal florilégio permanece incontestável.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

As Canções de António Botto



ANTONIO BOTTO
posf. José Régio e Manuel Teixeira Gomes
[ilust. Eduardo Malta ?]

Lisboa, s.d. [1940, seg. BGUC]
s.e. [Tipografia Henrique Torres]
s.i.
18,9 cm x 12,2 cm
376 págs. (não numeradas) + 1 folha em extra-texto
impresso sobre papel superior
encadernação modesta de amador inteira em tela encerada com gravação a ouro na lombada
aparado, sem capas de brochura
exemplar muito estimado; miolo limpo
é o n.º 142 da «tiragem especial e restrita, fora do mercado, rubricada e numerada pelo autor»
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Reúne-se aqui não só toda a poesia de António Botto, mas ainda o livro Cartas que Me Foram Devolvidas, onde o poeta pungentemente se defende da chacota com que o país sempre o envergonhou:
«Tenho direito ás minhas ideias embora não tenha direito à minha vida. Das minhas Canções, da minha arte, muitissima coisa se tem dito! E eu ainda nem sequer tentei explicar publicamente este ou aquele pormenor erradamente comprehendido. Explical-os, – para quê? Os inferiores teem outro entendimento e falam outra linguagem... [...].»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

domingo, janeiro 22, 2017

Poesia de Angola


[ANÓNIMO, org.]
capa e ilust. José Rodrigues

República Popular de Angola (Luanda), 1976
M. E. C.
1.ª edição
23,6 cm x 17 cm
408 págs.
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível
85,00 eur (IVA e portes incluídos)

Excelente compilação poética angolana destinada ao ensino secundário, e que vai da poesia tradicional a precursores como José da Silva Maia Ferreira, Cândido Furtado, Eduardo Neves, Cordeiro da Matta, Lourenço do Carmo Ferreira ou Jorge Rosa. Seguem-se as gerações intermédias e a novíssima (anos 40 a 70), em que avultam, entre outros, Tomás Vieira da Cruz, Viriato da Cruz, António Jacinto, Agostinho Neto, Alda Lara, Costa Andrade, Ernesto Lara (filho), Deolinda Rodrigues, Emanuel Corgo, Ruy Duarte de Carvalho, David Mestre, etc.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Collecção de Observações Grammaticaes sobre a Lingua Bunda ou Angolense e Diccionario Abreviado da Lingua Congueza



BERNARDO MARIA DE CANNECATTIM, frei

Lisboa, 1859
Imprensa Nacional
2.ª edição
21,5 cm x 15,7 cm
2 págs. + XVIII págs. + 178 págs.
modesta encadernação antiga em tela e papel marmoreado
aparado, sem capas de brochura
exemplar estimado; miolo irrepreensível
220,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Gramática Umbundu


JOSÉ FRANCISCO VALENTE, padre

[Porto (local de impressão)], 1964
Instituto de Investigação Científica de Angola
1.ª edição
22,2 cm x 14,4 cm
432 págs.
subtítulo: A Língua do Centro de Angola
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível, por abrir
135,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Diccionario Teto – Português


RAPHAEL DAS DORES
pref. A. R. Gonçalves Viana

Lisboa, 1907
Imprensa Nacional
1.ª edição
23,4 cm x 14,8 cm
XII págs. + 248 págs.
exemplar muito estimado; miolo limpo, por abrir
115,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Poemas


GEORG TRAKL
escolha, trad. e introd. Paulo Quintela
pref. Ludwig Scheidl
na capa desenho de Manuel Ribeiro de Pavia
grafismo de Armando Alves

Porto, 1981
Editorial O Oiro do Dia
1.ª edição
bilingue alemão-português
20,1 cm x 13,9 cm
184 págs. + 4 folhas em extra-texto
exemplar estimado; miolo limpo
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

Georg Trakl (1887-1914), à partida poeta expressionista austríaco, ganhou uma dimensão mais ampla para o fim da vida, senhor «[...] de uma poesia que anuncia o cataclismo universal [...]» (Ludwig Scheidl), que ele próprio testemunhou em directo na frente de guerra, antes de se suicidar.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Hölderlin


PAULO QUINTELA
grafismo de Armando Alves

Porto, 1971
Editorial Inova Limitada
2.ª edição
22,6 cm x 14 cm
264 págs. + 24 págs. em extra-texto
profusamente ilustrado
exemplar muito estimado; miolo limpo
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Um dos mais notáveis ensaios acerca do poeta romântico alemão, por um (ainda hoje) dos seus mais notáveis tradutores. Um poeta lido à luz dos seus próprios poemas.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

A Maratona das Novidades


CELESTINO GOMES

Coimbra, 1958
Atlântida
1.ª edição
21,2 cm x 15,3 cm
208 págs.
exemplar muito estimado, pequena falha de papel na contracapa; miolo irrepreensível, por abrir
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

Obra de grande interesse para a vulgarização médica. João Carlos Celestino Gomes (1899-1960), pintor modernista e prosador, foi também médico preocupado com a divulgação dalguns conhecimentos científicos junto do público leigo, sendo que nos deixou não só inúmeros artigos na imprensa periódica, como chegou mesmo a ter um programa televisivo com o sugestivo nome Haja Saúde.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


A Arte de Não Ser Doente


CELESTINO GOMES

Fundão, 1956
«Jornal do Fundão»
1.ª edição
18,4 cm x 12,2 cm
224 págs.
exemplar manuseado mas aceitável; miolo limpo, parcialmente por abrir
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Esta Vida São Dois Dias


CELESTINO GOMES

Lisboa, s.d. [1949]
Livraria Popular de Francisco Franco
1.ª edição
19,5 cm x 13,3 cm
260 págs.
exemplar envelhecido mas aceitável; miolo limpo, parcialmente por abrir
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
27,00 eur (IVA e portes incluídos)

Reunião de breves artigos de vulgarização médica.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


quarta-feira, janeiro 18, 2017

Historia de la Dominacion de los Arabes en España


JOSE ANTONIO CONDE

Madrid, 1820-1821
Imprenta Que Fue de Garcia
1.ª edição
3 volumes (completo)
21,5 cm x 15,7 cm
[XXIV págs. + 636 págs.] + [4 págs. + 456 págs.] + [XX págs. + 268 págs. + 6 folhas em extra-texto (gravuras)]
ilustrado
encadernações homogéneas coevas com lombadas e cantos em pele, rótulos um pouco gastos
corte mosqueado
exemplares muito estimados; miolo limpo, papel sonante, boas margens
antiga assinatura de posse no cabeçalho do primeiro capítulo
PEÇA DE COLECÇÃO
800,00 eur (IVA e portes incluídos)

Notável primeira história da presença muçulmana na Península Ibérica. José António Conde (1766-1820) foi arabista e tradutor, conservador da Biblioteca do Real Mosteiro de São Lorenço do Escorial, académico de mérito, tendo nesta qualidade ocupado o cargo de antiquário na Academia Real de História em 1804. Ficou conhecido sobretudo pela vertente História..., publicada postumamente, de que só o primeiro volume foi preparado e corrigido pelo autor, tendo os seguintes sido elaborados por Juan Tineo, mediante o original deixado por António Conde.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Kitab-us-Salat


[IBN RUSCHD, org.]

Lourenço Marques, 1387 [1967]
Edição de Ibn Ruschd
1.ª edição
20 cm x 13,3 cm
2 págs. + 48 págs.
exemplar como novo
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

Livro de oração, coligindo as principais orações extraídas do Corão.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Vinte Capítulos do Alcorão


SULEIMAN VALY MAMEDE (trad.)

Lisboa, 1977
Comunidade Islâmica de Lisboa
2.ª edição
bilingue árabe / português
27,2 cm x 18 cm
28 págs.
impresso sobre papel superior, acabamento com dois pontos em arame
exemplar estimado; miolo limpo
22,00 eur (IVA e portes incluídos)

Inclui a tradução do 1.º e dos capítulos 96.º a 114.º, feita no sentido de divulgar entre nós a doutrina islâmica ou muçulmana, «[...] que é actualmente seguida por mais de setecentos milhões de seres humanos, em todo o mundo, dos quais cerca de três milhões e meio são de expressão portuguesa, nomeadamente em Moçambique, Guiné-Bissau, Brasil, Timor-Leste, Macau e Portugal» (da Nota Prévia do tradutor).

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Mohammed et l’Amour


FERDINAND DE MARTINO

Paris, 1947
Éditions Self [Société d’Éditions Littéraires Françaises]
1.ª edição
texto em francês
28,5 cm x 22,5 cm
118 págs.
impresso a três cores e ilustrado com cabeçalhos e vinhetas alusivas à civilização árabe
exemplar estimado, restauro tosco na lombada; miolo limpo
é o n.º XLVI de uma tiragem de apenas 50 exemplares fora do mercado impressos sobre velino verde
60,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se de uma leitura historicista do Corão, na tentativa de mostrar a verdadeira vida sensual e licenciosa do «senhor de Medina», «[...] Car dans la société aux mœurs désordonnées où il vécut et dont son admirable génie devait faire le berceau d’une civilisation, la volupté ne dissimule nullement ses exploits. [...]».

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Homicídio no Direito Muçulmano


FRANCISCO JOSÉ VELOZO

Braga, 1952
Livraria Cruz & C.ª, Ld.ª
1.ª edição
23,6 cm x 18 cm
60 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
ocasionais carimbos da Biblioteca da Sociedade de Língua Portuguesa
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Dissertação de licenciatura apresentada em 1940 na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, cuja orientação o autor – Francisco José de Abreu Fonseca Veloso, então aluno – deveu a Marcelo Caetano.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Islão na Índia


EDUARDO DIAS

Lisboa, 1942
Livraria Clássica Editora – A. M. Teixeira & C.ª (Filhos)
1.ª edição
19 cm x 12,3 cm
112 págs.
subtítulo: [na capa] A Índia Fabulosa da Antigüidade – As Invasões Primitivas e a Expansão Muçulmana – A Era Portuguesa – Bismarck e a Inglaterra – As Doutrinas de Gandi – As Castas e os Párias – Atitude da Índia Perante a Gran-Bretanha no Conflito Universal; [no frontispício] A Expansão Muçulmana – A Era Portuguesa – A Penetração Britânica – Índia, a Sereia Oriental
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível, por abrir
22,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089