segunda-feira, janeiro 23, 2017

As Canções de António Botto



ANTONIO BOTTO
posf. José Régio e Manuel Teixeira Gomes
[ilust. Eduardo Malta ?]

Lisboa, s.d. [1940, seg. BGUC]
s.e. [Tipografia Henrique Torres]
s.i.
18,9 cm x 12,2 cm
376 págs. (não numeradas) + 1 folha em extra-texto
impresso sobre papel superior
encadernação modesta de amador inteira em tela encerada com gravação a ouro na lombada
aparado, sem capas de brochura
exemplar muito estimado; miolo limpo
é o n.º 142 da «tiragem especial e restrita, fora do mercado, rubricada e numerada pelo autor»
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Reúne-se aqui não só toda a poesia de António Botto, mas ainda o livro Cartas que Me Foram Devolvidas, onde o poeta pungentemente se defende da chacota com que o país sempre o envergonhou:
«Tenho direito ás minhas ideias embora não tenha direito à minha vida. Das minhas Canções, da minha arte, muitissima coisa se tem dito! E eu ainda nem sequer tentei explicar publicamente este ou aquele pormenor erradamente comprehendido. Explical-os, – para quê? Os inferiores teem outro entendimento e falam outra linguagem... [...].»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089