domingo, janeiro 08, 2017

Flora Cochinchinensis



JOANNIS DE LOUREIRO

Ulyssipone, 1790
Typis, et Expensis Academicis
1.ª edição
tomos I e II (completo)
texto em latim
26 cm x 20,6 cm (brochura)
XX págs. + 744 págs. (num. contínua) + 4 págs.
subtítulo: Sistens | Plantas in Regno Cochinchina Nascentes. | Quibus Accedunt Aliæ | Observatæ | In | Sinensi Imperio, | Africa Orientali, | Indiæque Locis Variis. | Omnes Disposit æ Secundum | Systema Sexuale Linnæanum.
brochura não aparada, no estado original de circulação no século XVIII, com o respectivo papel de protecção, acondicionada em sóbrio estojo de fabrico recente
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível, por abrir
PEÇA DE COLECÇÃO
1.600,00 eur (IVA e portes incluídos)

Diz-nos Inocêncio Francisco da Silva no seu Diccionario Bibliographico Portuguez (tomo III, Imprensa Nacional, Lisboa, 1859):
«Padre João de Loureiro, Jesuita egresso, e natural de Lisboa, n. conforme a opinião mais seguida em 1710. Tendo cursado os estudos no collegio de Sancto Antão, vestiu a roupeta da Companhia em 1732, e tres annos depois partiu para a Asia, na qualidade de missionario. Viveu trinta e seis annos na Cochinchina, e em 1779 chegou a Cantão, d’onde ao fim de tres annos sahiu para Portugal, trazendo composta a sua Flora Cochinchinensis. Entrou em Lisboa em 1782 achando-se já nomeado Socio da Acad. Real das Sciencias desde 4 de Abril do anno antecedente. Foi tambem Socio da Sociedade Real de Londres, e mui celebre pelos seus conhecimentos botanicos. M. na rua do Sol, a Sancta Engracia, em 18 de Outubro de 1791, como consta da respectiva certidão de obito, com a qual se convence de falsa a opinião dos que o julgavam falecido em 1795. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089