quarta-feira, janeiro 04, 2017

Sangue Cuanhama


ANTÓNIO PIRES

Lisboa, 1949
Agência Geral das Colónias
1.ª edição
22,3 cm x 16,3 cm
180 págs.
exemplar estimado, capa com sinais de foxing; miolo limpo
22,00 eur (IVA e portes incluídos)

Segundo Manuel Ferreira (in Literaturas Africanas de Expressão Portuguesa, vol. 1, Instituto de Cultura Portuguesa, Lisboa, 1977) este romance acompanha uma corrente literária «assimilacionista» em que o «[...] escritor português, manietado pela distanciação colonialista, por norma, dá ao seu discurso um sentido racista, hoje de inconcebível aceitação. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089