terça-feira, fevereiro 28, 2017

Primavera



FRANCISCO RODRIGUEZ LOBO

Lisboa, 1670
Na Officina de Antonio Craesbeeck de Mello
«de novo emmendada & acrefcentada na terceira Impreffaõ pello mefmo Autor»
14,6 cm x 9,8 cm
4 págs. + 318 págs.
encadernação do século XIX inteira em pele gravada a ouro na lombada
aparado
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
assinatura de posse no frontispício
PEÇA DE COLECÇÃO
750,00 eur (IVA e portes incluídos)

Segundo António José Saraiva / Óscar Lopes (História da Literatura Portuguesa, 15.ª ed., Porto Editora, Porto, 1989):
«[...] Algumas das suas obras exercem um papel importante na formação do estilo barroco peninsular, sem que ele deixasse de ser uma personalidade muito característica da escola camoniana. A sua inserção neste capítulo justifica-se pela posição central que ocupa na ficção bucólica maneirista, embora não possamos deixar de o ter em mente como teorizador ou preceptista da literatura, e ainda como poeta lírico. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089