quarta-feira, março 08, 2017

A Mulher



NATÁLIA CORREIA, org. e pref.
capa e ilust. do escultor Martins Correia
plano gráfico de Manuel Correia

Lisboa, 1973
Editorial Estúdios Cor
1.ª edição
24,6 cm x 18,6 cm
142 págs. + 20 folhas em extra-texto, duas das quais duplas
profusamente ilustrado, imagens impressas em rotogravura
impressão sobre papel superior creme
encadernação editorial em skivertex gravado a ouro na pasta anterior e na lombada
primeira folha-de-guarda impressa, miolo a duas cores e relevo seco no frontispício
exemplar como novo
inclui o press release com um desenho de Martins Correia
é o n.º 180 de uma tiragem declarada de 1.850 exemplares
55,00 eur (IVA e portes incluídos)

Uma passagem do texto de abertura:
«[...] a força da mulher emana de uma passividade que lhe foi imposta pelo patrismo triunfante que dela se apoderou como de uma matéria plástica a que o homem dá a forma da sua alma. [...]»
Reúne então, sob o tema em estudo, colaborações de, na ala dos homens António Barahona da Fonseca, Dórdio Guimarães, Herberto Helder, António Maria Lisboa, David Mourão-Ferreira, António Ramos Rosa, Alexandre O’Neill, Egito Gonçalves, Mário de Sá-Carneiro, Teixeira de Pascoaes, José Duro, António Nobre, Cesário Verde, Gomes Leal, Bocage, Camões, D. Dinis, o jogral Lourenço; do lado das mulheres, apenas Florbela Espanca e Maria Teresa Horta (neste particular, uma das grandes ausências é Judith Teixeira...).

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089