terça-feira, março 14, 2017

Caligrafia Ardente [livro impresso e manuscrito de 1 poema]


ANTÓNIO JOSÉ FORTE
desenho em extra-texto de Aldina [Costa]


Lisboa, 1987
Hiena Editora
1.ª edição
20,5 cm x 14,5 cm
32 págs. + 1 extra-texto (colado na pág. 4)
capa de Augusto T. Dias (cromo colado sobre a capa)
exemplar como novo

[junto com 7 folhas manuscritas, datadas e assinadas, com a versão quase final do poema «Canto» (ainda não intitulado), que consta da pág. 9 e segs. no livro]
21 cm x 28 cm (oblongo)
7 folhas soltas escritas apenas de um lado
trata-se das folhas de trabalho do referido poema, muito rasuradas pelo poeta, em que numa leitura comparativa atenta podemos detectar não ser exactamente a forma final do livro impresso]
PEÇA DE COLECÇÃO
350,00 eur (IVA e portes incluídos)

A importância deste poeta – mesmo fora da geração de surrealistas a que naturalmente pertenceu – continua a ser da ignorância (ou da rejeição) das entidades que por hábito adquirem papéis autógrafos de escritores. A sua altíssima qualidade estética e intelectual pautou-se por parâmetros que até hoje só terão sido reconhecidos por Herberto Helder ao incluí-lo nessa antologia da rarefacção que se chama Edoi Lelia Doura – Antologia das Vozes Comunicantes da Poesia Moderna Portuguesa (Assírio e Alvim, Lisboa, 1985).

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089