sexta-feira, abril 28, 2017

Histórias Afluentes


ALVES REDOL
capa de João da Câmara Leme

Lisboa, 1963
Portugália Editora
1.ª edição
19,3 cm x 13,3 cm
332 págs.
exemplar estimado; miolo limpo, por abrir
ostenta colado no verso da capa o ex-libris de Augusto Guimarães Amora
35,00 eur (IVA e portes incluídos)

É a continuação natural da “história”, publicada em separado, no ano anterior, sob o título Constantino Guardador de Vacas e de Sonhos. Aliás, o primeiro núcleo aqui coligido parte, significativamente, do número «2 – Histórias Com Rapazes». A experiência africana surge aqui, pela primeira vez, na escrita de Redol, facto sublinhado na badana do livro, onde se relembra uma passagem de uma entrevista anteriormente dada pelo autor:
«[...] Eu tinha dezasseis anos. E foi então que parti para Angola, num barco onde ia uma leva de degredados. Desembarquei com cinquenta escudos e uma garrafa de vinho do Porto. Fiz curso de desempregado durante seis meses, fui assalariado da Fazenda, vendi pneus, ocupei-me de publicidade, leccionei estenografia numa escola nocturna e acabei com a malária. Regressei, aos dezanove anos, na mesma terceira classe onde partira à ida. Já não era, porém, o mesmo: fui com esperança, voltei com uma anemia. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089