quinta-feira, julho 20, 2017

Memoria sobre Chafarizes, Bicas, Fontes, e Poços Públicos de Lisboa, Belem, e Muitos Logares do Termo


JOSÉ SERGIO VELLOSO D’ANDRADE

Lisboa, 1851
Na Imprensa Silviana
1.ª edição
24 cm x 16,7 cm
8 págs. + 398 págs. + 5 desdobráveis (4 dos quais em extra-texto)
modesta encadernação antiga em tela e papel de fantasia com rótulos na lombada
pouco aparado, sem capas de brochura
exemplar muito estimado; miolo limpo
peça de colecção
230,00 eur (IVA e portes incluídos)

«José Sergio Velloso de Andrade, Official arquivista da Camara Municipal de Lisboa, e hoje Administrador das obras das Aguas-livres, nomeado em 27 de Outubro de 1851. – N. em 1783, ao que pude colligir [...]
Esta Memoria, fruto de louvaveis e curiosas investigações, e abundante de noticias historicas e archeologicas, foi mandada imprimir á custa e por deliberação da Camara, sendo os exemplares entregues ao auctor, para d’elles dispor como lhe aprouvesse.
Segundo o que ouvi a pessoa conspicua e bem informada, o auctor aproveitou-se para ella em grande parte de subsidios que deixára preparados e dispostos o anterior archivista da Camara Joaquim Antonio Lucio dos Sanctos, que tivera primeiro o pensamento de colligir taes especies; e foi ainda coadjuvado pelo seu collega, empregado no archivo, Francisco Xavier da Rosa.» (Fonte: Inocêncio Francisco da Silva, Diccionario Bibliographico Portuguez, tomo V, Imprensa Nacional, 1860)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089