terça-feira, dezembro 12, 2017

Fonte


ALBERTO DE SERPA

Porto, 1943
Livraria Tavares Martins
1.ª edição
17 cm x 11,8 cm
64 págs.
exemplar estimado; miolo limpo, papel vagamente manchado no bordo superior das páginas
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Alberto de Serpa (1906-1992), distinto poeta do grupo da presença e bibliófilo insuperável, só comparável talvez a Laureano de Barros, teve a parte do seu espólio de manuscritos adquirida pela Biblioteca Municipal do Porto, impedindo-se, assim, a dispersão de espécimes por ele coleccionados sempre dentro de uma lógica e de uma coerência culturais. Como escritor, a sua poesia «[...] recupera o versilibrismo que fora desenvolvido pelo nosso modernismo, ganhando, por vezes, os seus poemas uma estrutura versicular. [...]» (Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, vol. IV, Publicações Europa-América, Mem Martins, 1998)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089