quarta-feira, janeiro 31, 2018

Sem Remedio...


ABEL BOTELHO

Porto, 1900
Livraria Chardron
1.ª edição
19 cm x 12,5 cm
292 págs.
subtítulo: Ethologia d’um fraco
exemplar envelhecido mas aceitável, restauros na capa; miolo limpo
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Diz-nos de Abel Acácio de Almeida Botelho (1856-1917) o Dicionário Cronológico de Autores Portugueses (vol. II, Publicações Europa-América, Mem Martins, 1990):
«Oficial do Exército, deputado republicano, senador, académico e diplomata, romancista e dramaturgo, a sua obra literária situa-se na encruzilhada do naturalismo e decadentismo e pode, a esse título, considerar-se exemplar. [...]» E mais refere o dito Dicionário a sua «ousadia dos temas abordados» e a «solidez da construção» na «crítica acerba aos meios pretensiosamente artísticos da capital».

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089