quinta-feira, março 29, 2018

Como Alguém Disse


LUÍS MIGUEL NAVA
ilust. Manuel Cargaleiro

Lisboa, 1982
Contexto Editora, Lda.
1.ª edição
22,2 cm x 15,6 cm
36 págs.
ilustrado a cor
exemplar como novo
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

Luís Miguel de Oliveira Perry Nava (1957-1995), bisneto de visconde, prémio de revelação de poesia na APE, tradutor para a CEE, foi assassinado em Bruxelas num episódio com contornos sexuais. Para além de obra lírica numa linha de Eugénio de Andrade a Gastão Cruz, e quejandos, deixou uns escassos ensaios e uma antologia poética encomendada pela Europália, gorada tentativa de mostrar no estrangeiro um braçado de versos escritos por poetas do gosto dele, entre 1960 e 1990. Do gosto dele, no sentido em que não se trata de uma antologia representativa, mas de favores... Lá dizia António Maria Lisboa: «Todo o acto leviano tem a sua guilhotina própria.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089