sábado, abril 07, 2018

Peças Em Um Acto




LUÍS DE STTAU MONTEIRO
capa do pintor João Vieira

Lisboa, Novembro de 1966
Editorial Minotauro, Lda.
1.ª edição
19,9 cm x 13,6 cm
144 págs. + 1 extra-texto que reproduz uma litografia de Daumier
inclui 2 peças: A Guerra Santa e A Estátua, e uma Nota Explicativa
exemplar estimado; miolo limpo
inclui-se bilhete postal da casa editora destinado à angariação de clientes directos
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR AO ESCRITOR COMUNISTA ALEXANDRE BABO
peça de colecção
80,00 eur (IVA e portes incluídos)

Livro apreendido pela polícia política do Estado Novo em circunstâncias particularmente vergonhosas, dando origem ao encerramento da casa editora, que, depois de ver as instalações seladas, acabou com as caves-armazém criminosamente inundadas. Sttau Monteiro será preso, paga do regime pela sátira à ditadura e à guerra colonial. O recorte de imprensa, datado de 7 de Dezembro de 1966, colado no ante-rosto do vertente exemplar, transcreve o comunicado do governo com a versão oficial para o referido “encerramento”:
«Do S. N. I. recebemos a seguinte informação:
“Foi mandada aplicar á Editorial Minotauro a pena de encerramento definitivo, prevista no art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 33015, de 30 de Agosto de 1943.
Esta pena foi aplicada áquela empresa por ter editado um volume com graves implicações prejudiciais á defesa dos fins superiores do Estado e nomeadamente ofensivo do prestígio das Forças Armadas, que neste momento se batem, numa guerra que nos é imposta, em defesa da integridade nacional.”»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089