terça-feira, julho 31, 2018

Dicionário de Rimas



COSTA LIMA
pref. Theophilo Braga

Lisboa, 1914
Editores - Santos & Vieira | Empreza Litteraria Fluminense
2.ª edição («revista e muito ampliada»)
19,8 cm x 12,8 cm
448 págs.
subtítulo: Para uso de portugueses e brasileiros
título do prefácio: Poetica Histórica Portuguesa
encadernação modesta de amador com gravação a ouro na lombada
não aparado, sem capas de brochura
exemplar estimado; miolo limpo
carimbos de posse no frontispício
35,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se (seg. BNP) de João Pereira da Costa Lima (1836-1897) que «Tendo sido mais um temperamento artístico que um verdadeiro criador, volúvel, inventivo, irrequieto, a sua vida foi uma constante aventura: aprendiz de ferreiro, marçano, saltimbanco, fotógrafo, comerciante, hoteleiro, proprietário de uma empresa funerária, director do Asilo Maria Pia e pagador da Companhia Nacional dos Caminhos de Ferro, empresário teatral e actor. Com estudos pouco aprofundados, mostrou sempre uma acentuada tendência para a poesia e para o teatro [...].
Das poucas obras que publicou salienta-se A Lusa Bambochata – Poema Triste em Verso Alegre por Joanico Mila, satirizando violentamente os vícios da Administração Pública e da política portuguesa em geral.» (vd. Dicionário Cronólogico de Autores Portugueses, vol. II, Publicações Europa-América, Mem Martins, 1990; verbete obviamente fundamentado na longa nota biográfica que consta do dicionário de Esteves Pereira e Guilherme Rodrigues, editado por João Romano Torres & C.ª em 1909)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089