domingo, agosto 05, 2018

Memórias dum Caçador


JOÃO ALBERTO NUNES TAVARES

s.l. [impresso em Viseu], 1984
s.i. [ed. Autor]
1.ª edição
vol. 1 [único publicado ?]
22,2 cm x 16,4 cm
256 págs. + 46 págs. em extra-texto (policromias)
ilustrado
exemplar estimado; miolo limpo, restauro na primeira folha
60,00 eur (IVA e portes incluídos)

Na última página do texto ficamos a saber que, num período de 38 anos de caça (entre 1945 e «20 de Fevereiro de 1983, último dia legal em Espanha da temporada cinegética de 1982-1983»), o vertente Nunes Tavares abateu à Natureza, na Península Ibérica, entre caça grossa e caça miúda, o obsceno número de «36.495 peças»... (trinta e seis mil, quatrocentos e noventa e cinco seres vivos, uma matança algo como três bichos por dia: terá conseguido comê-los todos?) Estatística grosseira, a fechar um livro autocomplacente e repulsivo.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089