sábado, julho 31, 2021

OS NOSSOS PREÇOS JÁ INCLUEM =IVA= E DESPESAS DE =ENVIO= EM PORTUGAL

mais de 4.500 obras disponíveis nesta montra
é só ir clicando ao fundo da página
em
Mensagens antigas

contacto:
telemóvel: 919 746 089


todas as obras fotografadas correspondem aos exemplares que se encontram à venda
livros usados
os nossos preços já incluem IVA à taxa em vigor e os custos de envio
todas as encomendas são enviadas em correio registado
international shipping rates
* e-business professional
pagamentos por PayPal, transferência bancária ou contra-reembolso

* em cumprimento da Lei n.º 144/2015, de 8 de Setembro – Resolução Alternativa de Litígios de consumo (RAL), artigo 18.º, cabe-nos informar que a lista de Centros de Arbitragem poderá ser consultada em www.consumidor.pt/


Sindicalismo Personalista


RAUL LEAL [HENOCH]
capa de António Lino


Lisboa, 1960
Editorial Verbo, Lda.
1.ª edição
195 mm x 130 mm
192 págs.
subtítulo: Plano de Salvação do Mundo
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
90,00 eur (IVA e portes incluídos)

De seu nome completo Raul de Oliveira de Sousa Leal, filho de um conhecido e riquíssimo director do Banco de Portugal e da sobrinha do cardeal Lambruschini, director da Biblioteca Vaticana durante o pontificado do papa Pio IX, veio a morrer na absoluta miséria após uma vida ganha a desbaratar tudo quanto herdara. Amigo íntimo de Fernando Pessoa, colaborador no segundo número da revista Orpheu, dá-nos este poeta-filósofo e ocultista, no presente livro, um estudo messiânico muito apreciado nos meios mais reaccionários do pensamento nacionalista.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

António Quadros – O Sinaleiro das Pombas [catálogo]

 

AMÉLIA MUGE
ANTÓNIO CABRITA
BERNARDO PINTO DE ALMEIDA
JOSÉ FORJAZ
grafismo de Humberto Nelson

Porto, 2001
Árvore – Cooperativa de Actividades Artísticas, C.R.L. | BPI
1.ª edição
298 mm x 248 mm
248 págs.
profusamente ilustrado a cor
encadernação editorial inteira em tela gravada a seco com sobrecapa polícroma
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
80,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se de António Augusto de Melo Lucena e Quadros (1933-1994), que foi pintor, escultor e poeta surrealista, tendo assinado a sua intervenção literária sobretudo com o pseudónimo João Pedro Grabato Dias, mas também Mutimati Barnabé João.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Pressaga Pré-Saga Saga / Press


JOÃO PEDRO GRABATO DIAS

Machava (Moçambique), 1974
s.i. [ed. Autor]
1.ª edição
167 mm x 155 mm
8 págs. + 120 págs.
subtítulo: Ode Didáctica da Primeira Singular à Segunda Plural Sobre as Terceiras Segundas e Primeiras Pessoas
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Eu, o Povo


MUTIMATI BARNABÉ JOÃO
[João Pedro Grabato Dias, (aliás) frey Ioannes Garabatus, (aliás) António Quadros]


Lourenço Marques, 1975
Edição da Frelimo
1.ª edição
206 mm x 149 m
32 págs. (não num.)
subtítulo: Poemas da Revolução
acabamento com dois pontos em arame
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse no frontispício
35,00 eur (IVA e portes incluídos)

De seu nome completo António Augusto de Melo Lucena e Quadros, este reconhecido filho de Viseu, que também foi pintor, escultor e poeta surrealista, na linha verrinosa das cantigas de escárnio e maldizer, só comparável, em poeta moderno, a Alexandre O’Neill, surge aqui expandindo a sua heteronimia numa “homenagem” à terra que o acolheu durante um quarto de século. Companheiro de Rui Knopfli, com quem co-editou os cadernos de poesia Caliban, à sua pérfida maneira celebra aqui a independência da ex-colónia, sob nome que – diz ele – «[...] é a voz individual que corporiza a voz colectiva [...]», posto que, «[...] na realidade Mutimati fosse o nome do seu criado, Barnabé o do seu gato e João o do seu filho [...]» (in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, vol. 6, Publicações Europa-América, Mem Martins, 2001).
Leia-se, por exemplo, poema «Relatório», que abre o caderno:
«Pus o meu irmão debaixo da Terra
Porque desde ontem o meu irmão não falava mais
E não queria comer, não queria limpar a Kalashnikoff
Com os olhos muito abertos e leves de sono.

Este meu irmão ficou ontem muito diferente
Quando uma pequena ave imperialista
Um simples assobio cego e sem penas
Que vinha voando do outro lado da Alegria
Resolveu estupidamente ninhar naquele coração
Quando meu irmão estava mesmo na metade mesmo
De um passo, Camarada Comandante.

Está aqui tudo o que não era meu irmão
O cinturão, o camuflado, dois carregadores, a arma boa
O bornal, o cantil, o facão, esta pequena moeda estrangeira.

Está tudo em muito perfeito estado de conservação.
Faz favor dá Ordem para pôr dentro outro Irmão
Camarada Comandante.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Poemas


ALDA LARA
nota de Orlando de Albuquerque

Sá da Bandeira, 1966 [aliás, 1967]
Imbondeiro
2.ª edição
203 mm x 150 mm
200 págs.
subtítulo: Obra Completa de Alda Lara
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse no frontispício
40,00 eur (IVA e portes incluídos)

Médica angolana notável e poeta exímia, Alda Pires Barreto de Lara e Albuquerque (1930-1962) não chegou a viver para ver assim a sua poesia reunida, que Manuel Ferreira (ver Literaturas Africanas de Expressão Portuguesa, vol. 2, Instituto de Cultura Portuguesa, Lisboa, 1977) reconhece como poesia «[...] de motivação europeia, mas a da inserção angolana emerge de uma serena visão humanística.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Alda Lara – A Mulher e a Poetisa


ORLANDO DE ALBUQUERQUE

Sá da Bandeira, 1966 [aliás, 1967]
Imbondeiro
1.ª edição
203 mm x 148 mm
52 págs. + 6 folhas em extra-texto
ilustrado
exemplar manuseado mas aceitável, capa suja; miolo limpo, restauro na primeira folha
40,00 eur (IVA e portes incluídos)

Volume constituído por notas biográficas, um breve mas esclarecedor estudo da obra e, finalmente, uma pequena antologia dos poemas preferidos pela autora. Uma passagem de uma carta da poetisa, palavras bem significativas:
«[...] Vivi bem perto dos problemas ultramarinos e dos problemas sociais do meu tempo. Pertenci a todas as organizações católicas do meio universitário.
[...] Fiz poemas, proferi conferências e participei em mais de uma reunião ao lado dos mais variados credos políticos e religiosos. Fui amiga de protestantes e comunistas. E até numa festa judaica estive um dia. Passei como uma luz sobre os caminhos mais escuros. E se alguém se lembra de mim é como uma pessoa de boa vontade e de coração puro, desejando um mundo impossível de existir.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Cais das Colunas


TOMAZ RIBAS
capa de V. [Victor] Palla

Lisboa, 1959
Editora Arcádia Limitada
1.ª edição
180 mm x 110 mm
164 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Da nota editorial na contracapa:
«[...] tendo embora como pano de fundo a média-burguesia lisboeta, é um romance de guerra, desta última guerra que só como eco chegou ao nosso País mas que, nem por isso, deixou de marcar profundamente a sociedade portuguesa. [...]» Ribas «[...] coloca-se, com a publicação de O Cais das Colunas, na vanguarda dos nossos ficcionistas e, mediante a posição desapaixonada e objectiva que, como romancista, assume, contribui para o alargamento das perspectivas do neo-realismo português.»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Uma Esplanada Sobre o Mar

VERGÍLIO FERREIRA
capa de Rogério Petinga

Lisboa, s.d. [1986]
Difel – Difusão Editorial, Lda.
1.ª edição
190 mm x 120 mm
2 págs. + 80 págs.
capa e miolo impressos sobre cartolina e papel avergoados
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

Mescla de contos inéditos e de poemas já conhecidos das páginas de Conta-Corrente.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

A Vinha da Maldição

 

DOMINGOS MONTEIRO
capa de Júlio Gil


Lisboa, 1969
Sociedade de Expansão Cultural
1.ª edição
193 mm x 131 mm
184 págs.
subtítulo: E outras histórias quase verdadeiras
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
22,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Cartas de Amor da Sóror Mariana ao Cavalheiro de Chamilly


[SOROR MARIANA ALCOFORADO]
trad. Luciano Cordeiro
pref. Matos Sequeira
capa e ilust. Alberto Souza

Lisboa, 1925
Livraria J. Rodrigues & C.ª
1.ª edição
280 mm x 220 mm
60 págs. + 4 cartões impressos em extra-texto com policromias coladas
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível
peça de colecção
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Do Prefácio:
«[...] As cartas da freira de Beja com o serem uma soberba realidade literária, merecedora de mais de um cento e meio de edições desde a de Barbin até esta que agora sai a lume, áparte uma vasta biografia, não perderam o caracter lendário que lhes está adstrito e que permite ainda fantasiar, à larga, à roda da figura de Soror Mariana e daquele a quem foram dirigidas, esse bronco e infatuado Noel Bouton [marquês de Chamilly] que tem como única celebridade a de as ter injustamente merecido. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Milagre Segundo Salomé


JOSÉ RODRIGUES MIGUÉIS
sobrecapas de Manuel Correia

Lisboa, 1974 [aliás, 1975]
Editorial Estúdios Cor, S. A. R. L.
1.ª edição
2 volumes (completo)
203 mm x 121 mm
340 págs. + 356 págs.
subtítulo: Lenda Contemporânea
capas impressas a uma cor e relevo seco com sobrecapas impressas a três cores
exemplares muito estimados; miolo limpo
assinaturas de posse nos ante-rostos
75,00 eur (IVA e portes incluídos)

Salomé, cuja criação remonta aos anos 60, será a obra que Miguéis «[...] considerava, porventura, a mais importante da sua carreira e que, em virtude das tendências obscurantistas do regime, havia conservado na gaveta dos originais por publicar [...], que só viria a ser editado em volume em 1975, poucos anos antes do desaparecimento do autor. Fruto de muitos anos de trabalho, não se trata, como o autor explica em nota final, de um romance histórico ou de um panfleto político. Embora se refira à época de efervescência político-social que precedeu a instauração da ditadura em 1926, é uma obra “séria” que descreve factos e situações de fácil determinação e alude a figuras de variadas condições que se movem numa sociedade em crise que, sem referência directa, vive no período das aparições de Fátima e tem como protagonista uma linda mulher perdida influenciada pelos acontecimentos religiosos de idêntica natureza. [...]» (Fonte: Mário Neves, José Rodrigues Miguéis – Vida e Obra, Editorial Caminho, Lisboa, 1990)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

quinta-feira, julho 29, 2021

Os Nossos Mestres


FERNANDO CAMPOS, org.
et alii

Lisboa, 1924
Portugália
1.ª edição
196 mm x 130 mm
XVI págs. + 248 págs.
subtítulo: Ou Breviario da Contra-Revolução – Juizos e depoimentos sobre a Revolução Francesa, a Democracia, a Liberdade, o Parlamento, a República, a Religião, o Nacionalismo, a Tradição, a Monarquia, o Rei, a Família e a Organização Económica
composto manualmente e impresso sobre papel avergoado
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível
37,00 eur (IVA e portes incluídos)

Fernando Campos (1891-1958): autor português da escola integralista, organizou o inventário do pensamento contra-revolucionário português. Legou aos crentes no Estado Novo dois outros livros, cujos títulos falam por si: em 1931, O Pensamento Contra-Revolucionário em Portugal no Século XIX, e, em 1941, Páginas Corporativas. (Fonte: página electr. José Adelino Maltez)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

As Melhores Fabulas de […]



LA FONTAINE
trad. Curvo Semmedo (Entre os Néo-Árcades: Belmiro Transtagano)
pref. H. Zeferino de Albuquerque


Lisboa, 1883
Antiga Livraria Zeferino
3.ª edição
166 mm x 107 mm
XXX págs. + 190 págs.
encadernação editorial em tela gravada a negro e ouro nas pastas
exemplar muito estimado; miolo limpo
30,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Suão

 

ANTUNES DA SILVA
capa Octávio Clérigo


Lisboa, 1961
Portugália Editora
2.ª edição
165 mm x 110 mm
264 págs.
corte das folhas carminado
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

quarta-feira, julho 28, 2021

O Problema da Extinção das «Ilhas» do Porto

 

[ANÓNIMO]

Porto, 1960
Câmara Municipal do Porto – Direcção dos Serviços do Plano de Melhoramentos
1.ª edição
225 mm x 159 mm
52 págs. + 3 desdobráveis em extra-texto
profusamente ilustrado
exemplar estimado; miolo limpo
30,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

O Mosteiro de Alcobaça



M. VIEIRA NATIVIDADE

Coimbra, 1885
Imprensa Progresso
1.ª edição
191 mm x 133 mm
XII págs. + 198 págs.
subtítulo: Notas historicas
modesta encadernação em meia-inglesa gravada a ouro na lombada
pouco aparado
conserva as capas de brochura
exemplar estimado; miolo irrepreensível
60,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

A Técnica ao Serviço da Fruticultura

 

J. VIEIRA NATIVIDADE

Lisboa, 1949
Direcção Geral dos Serviços Agrícolas – Serviço Editorial da Repartição de Estudos, Informação e Propaganda
1.ª edição
219 mm x 159 mm
subtítulo: Conferência realizada nos Paços do Concelho de Nelas aos 16 de Setembro de 1948
impresso sobre papel avergoado
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse no ante-rosto
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Viveiros e Plantações de Eucaliptos

 

ERNESTO DA SILVA REIS GOES

Lisboa, 1957
Direcção Geral dos Serviços Florestais e Agrícolas
1.ª edição
211 mm x 152 mm
64 págs.
ilustrado
exemplar estimado, capa envelhecida; miolo limpo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Aglomerado de Cortiça para Isolamento Térmico

 

[ANÓNIMO]

Portalegre, s.d. [circa 1950]
Sociedade Corticeira Robinson Bros, Lda.
1.ª edição
215 mm x 155 mm
2 págs. + 90 págs. + 12 págs. em extra-texto + 1 desdobrável em extra-texto
subtítulo: Propriedades, vantagens e normas de aplicação
profusamente ilustrado no corpo do texto e em separado
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse na primeira cortina
27,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Manual de Pintura Robbialac


ROBBIALAC PORTUGUESA (Serviços Técnicos)

Lisboa, 1958 e 1962
Robbialac Portuguesa
1.ª edição
2 volumes (completo)
19,5 cm x 13,4 cm
574 págs. (num. contínua) + 6 págs. em extra-texto (vol. I) + 7 desdobráveis em extra-texto (vol. II)
subtítulos: I – Os Materiais de Pintura; II – As Técnicas de Pintura
ilustrados
encadernações editoriais com gravação a ouro nas pastas anteriores e nas lombadas
exemplares como novos
60,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


O Canto Coral nas Escolas

 

TOMÁS BORBA

Lisboa, s.d. [circa 1920]
Valentim de Carvalho Editor
2.ª edição
223 mm x 163 mm
VIII págs. + 80 págs.
subtítulo: I – Canções a uma voz
modesta encadernação da época em meia-inglesa sem qualquer gravação
pouco aparado, conserva as capas de brochura
exemplar estimado, restauro na contracapa; miolo limpo
22,00 eur (IVA e portes incluídos)

Colecção de breves partituras para versos de Camões, Guerra Junqueiro, João de Deus, Alberto de Serpa, António Nobre, Alexandre Herculano, António Correia de Oliveira, Bocage, Gomes Leal, Afonso Lopes Vieira, Antero de Quental, Sá de Miranda, Garcia de Resende, etc.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

terça-feira, julho 27, 2021

Usos e Costumes dos Bantos

 

HENRIQUE A. JUNOD

Lourenço Marques, 1944 e 1947
Repartição Técnica de Estatística da Colónia de Moçambique
1.ª edição
2 tomos (completo)
241 mm x 160 mm
[558 págs. + 5 folhas em extra-texto] + 634 págs.*
subtítulo: A vida duma tribo sul-africana: Tomo I – Vida social; Tomo II – Vida mental
ilustrados
encadernações recentes homogéneas inteiras em imitação de pele gravadas a ouro nas lombadas
não aparados
conservam as capas anteriores das brochuras
exemplares estimados; miolo limpo
assinaturas de posse nos frontispícios
180,00 eur (IVA e portes incluídos)

* O tomo II, embora não lhe faltando páginas, apresenta os sétimo e oitavo cadernos mal dobrados, dando origem a um erro de paginação entre as págs. 96 e 131.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Noites de Lisboa

 

MANOEL ROUSSADO

Lisboa, 1866
Editor François Lallemant
1.ª edição
226 mm x 145 mm
310 págs. + VIII págs.
exemplar muito estimado, restauro na lombada; miolo irrepreensível
45,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Narrativas Históricas de Portugal

 

F. A. XAVIER RODRIGUES, org.

Lisboa, 1921
Papelaria e Tipografia Paulo Guedes & Saraiva
1.ª edição
2 volumes (1.ª e 2.ª classes)
190 mm x 130 mm
256 págs. + 240 págs.
ilustrados
cartonagem editorial com lombadas em tela
exemplares muito estimados; miolo limpo
volumes autenticados com o carimbo do compilador
37,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Cinco Tesis Filosoficas

 

MAO TSETUNG

Pequim, 1975
Ediciones en Lenguas Extranjeiras
3.ª edição
texto em castelhano
130 mm x 92 mm
4 págs. + 1 folha em extra-texto (gravura com vegetal de protecção) + 296 págs.
encadernação editorial em plástico gravado a ouro na pasta anterior e na lombada
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
30,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

segunda-feira, julho 26, 2021

Cartas

 

ANTHERO DE QUENTAL
pref. Teixeira de Carvalho


Coimbra, 1921
Imprensa da Universidade
2.ª edição
245 mm x 166 mm
2 págs. + XXVI págs. + 372 págs.
encadernação recente inteira em imitação de pele gravada a ouro na lombada
não aparado
conserva as capas de brochura
exemplar estimado, capas de brochura envelhecidas e com faltas de papel; miolo limpo
ocasionais carimbos de posse
65,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Quatro Reis

 

MÁRIO BRAGA
capa de Carlos de Almeida
ilust. Armando Alves Martins


Coimbra, 1957
Vértice (Edição do Autor)
1.ª edição
188 mm x 118 mm
176 págs.
ilustrado
exemplar estimado; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR A MIGUEL DE ARAÚJO, ENTÃO DIRECTOR DE PROGRAMAÇÃO DA RTP
37,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Antes do Dilúvio

 

MÁRIO BRAGA
capa sobre gravura de Nogueira da Silva


Coimbra, 1966
Vértice (Edição do Autor)
1.ª edição
192 mm x 122 mm
164 págs.
subtítulo: Crónica romanceada das atribulações e das obras de Chiquinho Boavida, o omnipotente barbeiro do Reino de Vila Baixa
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR A MIGUEL DE ARAÚJO, ENTÃO DIRECTOR DE PROGRAMAÇÃO DA RTP
37,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

domingo, julho 25, 2021

Uma Casa na Praia

 

PABLO NERUDA
trad. Serafim Ferreira
ilust. Alfredo Martins


Palmela, 1996
Contraponto [de Luiz Pacheco]
1.ª edição
165 mm x 118 mm
80 págs.
exemplar como novo
junto com folha editorial, destinada a angariar assinantes para a colecção, e o respectivo sobrescrito cujo destinatário é Miguel de Araújo, então director de programação na RTP
VALORIZADO PELO AUTÓGRAFO DE LUIZ PACHECO NO PROSPECTO EDITORIAL
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Líricas Portuguesas

 

JOSÉ RÉGIO, org., pref. e notas (1)
CABRAL DO NASCIMENTO, org., pref. e notas (2)
JORGE DE SENA, org., pref. e notas (3)
ANTÓNIO RAMOS ROSA, org., pref. e notas (4)


Lisboa, 1943 a 1969
Portugália Editora
1.ª edição [excepto o vol. 1 (3.ª edição)]
4 séries em 4 volumes (completo)
194 mm x 132 mm
416 págs. + 372 págs. + 528 págs. + 264 págs.
exemplares estimados; miolo limpo
carimbo de posse no ante-rosto do vol. 3
185,00 eur (IVA e portes incluídos)

Conjunto de antologias, definidoras de uma estratégia poética para leitores e estudiosos de uma geração que antecedeu a dos leitores e estudiosos da Novíssima, organizada esta por Maria Alberta Menéres e E. M. de Melo e Castro.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Carta a Otelo

 

GASTÃO CRUZ

Lisboa, Dezembro de 1984
& etc – Publicações Culturais Engrenagem, Lda.
1.ª edição [única]
174 mm x 150 mm
8 págs.
acabamento com dois pontos em arame
exemplar como novo
RARA PEÇA DE COLECÇÃO
360,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se de um número especial da colecção Subterrâneo Três, com a capa em cartolina, mantendo o acabamento agrafado. O texto do poeta e ensaísta Gastão Cruz, no tom de um neo-realismo explícito, aludia à recente prisão de Otelo Saraiva de Carvalho, o revolucionário estratega do 25 de Abril, que, até então, nunca havia parado de afrontar as forças reaccionárias. Na época, o Estado empenhava-se em prender, neutralizar ou lançar intrigas no seio dos seus últimos opositores partidários da acção directa, em prol de um parlamentarismo sedentário, plebiscitoso e cúmplice. Gastão Cruz, num gesto emocionado espontâneo, o qual tem vindo a esconder do seu currículo literário, dirigia-se aqui ao homem acabado de ser feito prisioneiro do regime que possibilitara existir:
«[…] você que imaginou uma manhã diversa
para um país sombrio, imóvel e doente,
e depois se esqueceu que a sombra voltaria
a infectar a terra
neste pobre presente, […].
Nestes dias de outono,
para os seus carcereiros
você é só um resto de emoção proibida,
uma imagem incómoda, um odiado vestígio
(de esperança? de vida?) […]»

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

As Grandes Crises do Homem

 

LUIZ CEBOLA

Lisboa, 1945
Editorial Noticias
1.ª edição
238 mm x 172 mm
292 págs.
subtítulo: Ensaio de psicopatologia individual e colectiva
encadernação recente inteira em imitação de pele gravada a ouro na lombada
não aparado
conserva as capas de brochura
exemplar com a encadernação como nova, capas de brochura sujas e com restauros toscos; miolo limpo com vagos sinais de antiga mancha húmida
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Obra escrita na qualidade de clínico no Hospital Psiquiátrico do Telhal.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Os Novos Messias


LUÍS CEBOLA

Lisboa, 1945
Edição da Emprêsa Nacional de Publicidade
1.ª edição
19,2 cm x 13,5 cm
212 págs.
subtítulo: Análise Psicopatológica de Hitler e Mussolini
exemplar estimado; miolo limpo
35,00 eur (IVA e portes incluídos)

Uma significativa passagem do texto:
«[...] Que faltava, porém?
A vontade inquebrantável de um homem que se apaixonasse loucamente pela Idéia concebida e a prègasse com energia e sedução às massas populares, prometendo-lhes a certeza das suas reivindicações e aos religiosos o respeito pelas suas crenças.
Entretanto, o verbo anónimo, anunciando a vinda do Messias, irradiava, alastrava por tôdas as camadas sociais, galgava as fronteiras, corria sôbre as ondas dos mares, abalava os continentes, ultrapassava as montanhas e, aninhando-se nos corações desalentados, assegurava-lhes as próximas bem-aventuranças, de essência divina: e logo os fracos se tornaram fortes e os pusilânimes, corajosos.
Os magnates das indústrias de guerra transbordavam de entusiasmo, antevendo a chegada do Messias. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


France Écoute


[LOUIS] ARAGON

Argel, Julho de 1944
Editions de la Revue Fontaine
2.ª tiragem
texto em francês
14,6 cm x 11 cm
28 págs.
acabamento com dois pontos em arame
exemplar estimado, capa suja; miolo limpo
PEÇA DE COLECÇÃO
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Brochura publicada na Argélia no momento em que os Aliados desembarcavam na Normandia, num apoio claro aos combatentes do Dia D – Paris será libertada da ocupação nazi no imediato dia 25 de Agosto –, saída da mão de um Aragon (1897-1982) já na altura figura-de-proa do PCF e da Resistência, e como tal produzida na clandestinidade.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Irène

 

ALBERT DE ROUTISIE [Louis Aragon]
pref. Jean-Jacques Pauvert


Paris, Março de 1968
L’Or du Temps * – Régine Deforges
s.i. **
texto em francês
209 mm x 135 mm
XIV págs. + 130 págs.
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível
RARA PEÇA DE COLECÇÃO
80,00 eur (IVA e portes incluídos)

Texto publicado em português pela casa & etc de Vitor Silva Tavares, em 1983, com tradução e prefácio de Aníbal Fernandes, sob o título A Cona de Irène, aí esclarece este tradutor (que é, e será sempre, uma referência para a cultura para cá importada desde os anos 60 do século XX):
«[…] Ao cheiro de eventos não parece mal avisar o país que não lerá aqui nenhum livro pornográfico, antes o ponto alto da carreira surrealista de Louis Aragon.
Mas… Louis Aragon? A glória sisuda dos anos 60/80? O comunista dos cinco, dos seis costados, plus vrai que nature, acompanhado a balalaikas?
A este espanto distraído cabe recordar que sim, […] Surrealista da primeira hora e dessa desenvoltura[,] deixou à mostra coisas como Le Libertinage, Le Paysan de Paris, Traité du Style, e três outras coisas […] publicadas sous le manteau, Le Con d’Irène, Voyageur e 1929, este último em colaboração com Man Ray e Benjamin Péret.
[…] Louis Aragon não quis nunca a coragem de perfilhar, a nome posto, um dos seus grandes momentos literários. Jean-Jean Pauvert relata […] o diálogo de surdos que teve com ele ao pretender dar corpo a um dos seus grandes sonhos irrealizados de editor, publicar A Cona de Irène como filho registado, com o nome de Aragon na capa. […]»

* No Porto, julgando-se únicos com passaporte até França, e primando pela esperteza da “originalidade”, os da Inova deram nome de O Oiro do Dia a uma colecção poética, mais tarde transformado em nome de editora…
** A edição primitiva data de 1928, sob título correcto Le Con d’Irène, e circulou sempre de forma clandestina até à Primavera que 1968 trouxe sobre toda a Europa.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Le Crève-Cœur et Les Yeux d’Elsa


ARAGON
pref. André Labarthe e Cyril Connolly

Londres, 1944
Édition – «La France Libre»
2.ª edição [1.ª edição conjunta]
texto em francês
18,4 cm x 11,7 cm
142 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
37,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Odes Pedestres

 

JOSÉ BLANC DE PORTUGAL
capa e grafismo do pintor Espiga Pinto


Lisboa, 1965
Editora Ulisseia Limitada
1.ª edição
181 mm x 101 mm
64 págs.
subtítulo: Precedidas de Auto-poética e seguidas de Música Ficta e outros poemas
capa em cartolina parda não impressa com sobrecapa em papel de alcatrão impresso a duas cores directas
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível
PEÇA DE COLECÇÃO
60,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se do primeiro volume da prestigiada Colecção Poesia e Ensaio, dirigida pelo futuro editor da casa & etc, Vitor Silva Tavares.

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Estrofes

 

JOSÉ BLANC DE PORTUGAL
capa de Luis Manuel Gaspar
org. Adília Lopes


Lisboa, 1999
Black Son Editores
1.ª edição
172 mm x 116 mm
48 págs.
exemplar como novo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

terça-feira, julho 20, 2021

A Igreja no Brasil

 

MANOEL BARBOSA, padre
capa e ilust. Alberto Lima


Rio de Janeiro, 1945
Editora e Obras Gráficas A Noite
1.ª edição
240 mm x 164 mm
342 págs. + 10 págs. em extra-texto
subtítulo: Notas para a sua História
profusamente ilustrado no corpo do texto e em separado
encadernação inteira em imitação de pele gravada a ouro na lombada
não aparado
conserva as capas de brochura
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR AO HISTORIADOR DAMIÃO PERES
120,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

A Descoberta do Brazil


FAUSTINO DA FONSECA
ilust. Roque Gameiro

Lisboa, 1900
Empreza do Jornal O Seculo
1.ª edição
228 mm x 158 mm
266 págs. + 4 desdobráveis em extra-texto
profusamente ilustrado
luxuosa encadernação editorial assinada por Alfredo David
exemplar estimado; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
70,00 eur (IVA e portes incluídos)

Escrito numa época em que os historiadores menores, já então, acabavam a redigir História simplificada ao estilo de crónica de lugar e costumes. Trata-se, porém, de uma notável peça tipográfica.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Sobrados e Mucambos


GILBERTO FREYRE
capa de Infante do Carmo

Lisboa, s.d.
Edição «Livros do Brasil»
1.ª edição
2 volumes (completo)
218 mm x 150 mm
752 págs. [num. cont.]
subtítulo: Decadência do patriarcado rural e desenvolvimento do urbano
exemplares estimados, capas um pouco empoeiradas; miolo limpo, 2.º tomo por abrir e com o carimbo de posse da Biblioteca do Clube de Campismo de Lisboa
37,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

segunda-feira, julho 19, 2021

A Gente Com Quem Ela Anda

 

MARY McCARTHY
trad. Carmen Gonzalez
capa de Luís Filipe de Abreu


Lisboa, 1967
Editorial Estúdios Cor, Lda.
1.ª edição
214 mm x 143 mm
304 págs.
exemplar estimado; miolo irrepreensível
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Da nota editorial na contracapa:
«[…] Mary McCarthy [1912-1989] sublinha impiedosamente a má fé duma sociedade de que conhece perfeitamente as fraquezas. Nada resiste ao seu espírito cáustico: nem a hipocrisia requintada das suas elegantes personagens, nem as suas ilusões políticas. […]»

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

O Grupo


MARY McCARTHY
trad. Daniel Gonçalves
capa de Sebastião Rodrigues


Lisboa, s.d. [circa 1965]
Editora Ulisseia Limitada
1.ª edição
186 mm x 133 mm
464 págs.
exemplar estimado, capa com vincos; miolo limpo
assinatura de posse na pág. 7
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

domingo, julho 18, 2021

A Revolução Social e o Sindicalismo

 

P. [PEDRO] ARCHINOF

Lisboa, 1925
Secção Editorial de A Batalha
[1.ª edição]
189 mm x 126 mm
16 págs.
acabamento com um ponto em arame
exemplar estimado, dobra da capa frágil; miolo limpo
assinatura de posse no canto superior esquerdo da primeira página
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Da Revolução à Arte, da Arte à Revolução

 

SERGEI EISENSTEIN
trad. C. Braga, e I. Canelas
capa de F. C.


Lisboa, s.d.
Editorial Presença, Lda.
1.ª edição
181 mm x 114 mm
276 págs.
exemplar em muito bom estado de conservação; miolo irrepreensível
27,00 eur (IVA e portes incluídos)

O cinema poderia ter realizado essa síntese ideal de todas as artes que Wagner propunha para a ópera, indo – e foi! – na direcção do Mito totalitário, tenha este sido de “direita” ou de “esquerda”. Assim como poderia ter ido – que também foi – na direcção do simples apoio cívico à democratização do mundo, banalizando-se, pois, na ilustração animada de ordens, protestos, direitos e deveres. Hoje, pondo-se cada vez mais ao serviço da televisão, quere-se apenas como mero instrumento de um circo rudimentarmente artístico, de entretém da fome de espectadores amarrados em suas casas frente a monitores pessoais. Eisenstein (1898-1948), por seu turno, prendia-se mais à reconstituição histórica contemporânea, com atributos conferindo à estética uma moral, mitificando o sacrifício de homens reais, ou, como ele deixou escrito: «Mobilizar a experiência do passado ao serviço do que está para vir.»

pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089