terça-feira, março 31, 2020

Volante Verde



ANTÓNIO RAMOS ROSA
capa de José Escada

Lisboa, 1986
Moraes Editores
1.ª edição
202 mm x 150 mm
116 págs.
capa impressa a negro com rótulo colado impresso a uma cor directa
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
30,00 eur (IVA e portes incluídos)

É um dos bons livros do poeta António Ramos Rosa, emparelhando facilmente com As Marcas no Deserto (versão primitiva, de 1978), ou com O Incêndio dos Aspectos, ou com o esplendoroso Ciclo do Cavalo. Uma estância apenas:
«[…] A leitora abre o espaço num sopro subtil.
Lê na violência e no espasmo da brancura.
Principia apaixonada, de surpresa em surpresa.
Ilumina e inunda e dissemina de arco em arco.
Ela fala com as pedras do livro, com as sílabas da sombra. […]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Estrias

 

ANTÓNIO RAMOS ROSA
ilust. capa de Figueiredo Sobral


Lisboa, 1990
Edições Átrio
1.ª edição
240 mm x 164 mm
32 págs.
acabamento com dois pontos em arame
exemplar estimado, capa empoeirada; miolo limpo
tiragem declarada de apenas 550 exemplares
22,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Esfera





FERNANDO GUEDES
desenho (retrato do Autor) de Fernando Lanhas

Porto, 1948
Livraria Portugália
1.ª edição
21,7 cm x 16,5 cm
50 págs. + 1 folha em extra-texto
composto manualmente e impresso sobre papel avergoado
exemplar algo envelhecido e com fortes sinais da presença continuada da luz sobre a capa; miolo em estado aceitável
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR AO POETA RUY BELO QUE, POR SUA VEZ, ANOTOU PROFUSAMENTE OS POEMAS COM COMENTÁRIOS MARGINAIS
160,00 eur (IVA e portes incluídos)

Fernando Guedes – que terá talvez descuidado os seus dotes de poeta em proveito de uma actividade comercial de editor-livreiro, enquanto dono da conhecida Verbo, ou como presidente, de facto ou honorário, simpatizante ou sócio, de sucessivas associações da classe, nacionais e internacionais, grémios, academias e confrarias – motivou, nesta sua ingénua oferta de um conjunto de versos ao ainda não editado em livro Ruy Belo, um vasto rol de agudos e azedos comentários. Assim, por exemplo: «Com sede nunca morta, / com fome sempre viva,» mereceu de Ruy Belo a nota «mau»; à cabeça da pág. 13 a nota é «não chegam a ser poemas»; aos versos de Guedes «atirar-lhe com os calhaus da minha Poesia / até o rebentar pela cabeça», Belo sublinha os calhaus e conclui «definição da s/ poesia»; etc., etc.
Interessante, entre dois intelectuais na travessia dos trinta anos de idade.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Lugares Dalêm



VERGILIO CORREIA

Lisboa, 1923
Tipografia do Anuario Comercial
1.ª edição
203 mm x 148 mm
104 págs.
subtítulo: Azemôr, Mazagão, Çafim – Conferencias realizadas em Lisboa, Porto e Coimbra em Maio-Junho de 1923
ilustrado
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
27,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Encontros Des Encontros



ARNALDO SARAIVA

Porto, 1973
Livraria Paisagem
1.ª edição
195 mm x 126 mm
304 págs.
exemplar muito estimado, sem qualquer sinal de quebra na lombada; miolo irrepreensível
27,00 eur (IVA e portes incluídos)

Importante acervo de reflexões literárias acerca de autores e acerca da própria produção teórica.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Amparo de Mãe



JORGE DE SENA
capa de Mário Henrique Leiria
na contracapa nota de Carlos Porto

Lisboa, Maio de 1974
Plátano Editora, S.A.R.L.
1.ª edição
179 mm x 110 mm
168 págs.
subtítulo: E mais 5 peças em 1 acto
exemplar estimado; miolo limpo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

segunda-feira, março 30, 2020

Dicionário de Jogos



RENÉ ALLEAU
Renaud Matignon
pref. M.-M. Rabecq-Maillard
posf. Charles Baudelaire
trad. António Lopes Ribeiro

Porto, 1973
Editorial Inova
1.ª edição
28 cm x 22 cm
18 págs. + 542 págs. + 11 folhas em extra-texto (policromias)
profusamente ilustrado no corpo do texto e em separado
texto paginado a duas colunas
encadernação editorial inteira em tela gravada a negro na pasta anterior e na lombada, sobrecapa polícroma, folhas-de-guarda impressas
exemplar muito estimado, sobrecapa esfolada com restauro discreto nas costas; miolo limpo
dedicatória de posse no ante-rosto
90,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Manual do Charadista


LUCIO MARCOS

Lisboa, 1909
Parceria A. M. Pereira – Livraria Editora
[1.ª edição]
14,4 cm x 9,6 cm
224 págs.
ilustrado
cartonagem editorial
exemplar estimado, restauros toscos na lombada; miolo limpo, algumas páginas finais apresentam ligeiro trabalho de traça sem afectar o texto
22,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Narração Interessantissima da Descoberta da India feita por um marinheiro companheiro de Vasco da Gama dedicada ao bom povo portuguez especialmente ao Exercito e Armada e colligida por um patriota


E. DA N.

Lisboa, 1898
Typographia Eduardo Rosa
s.i.
22,8 cm x 15,7 cm
40 págs. + 1 folha em extra-texto
exemplar envelhecido mas aceitável; miolo limpo
22,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


domingo, março 29, 2020

Da Crise Moral na Sociedade Portuguesa Contemporânea



OLIVEIRA GUIMARÃES

Coimbra, 1926
Coimbra Editora, L.da
1.ª edição
259 mm x 185 mm
32 págs.
subtítulo: Suas causas e alguns remédios – Oração de Sapientia proferida na sala dos actos grandes da Universidade de Coimbra em 16 de Outubro de 1926
impresso sobre papel superior avergoado
exemplar estimado, capa machada; miolo limpo
discreta assinatura de posse na capa
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Memórias do Marquês de Fronteira e d’Alorna


JOSÉ TRAZIMUNDO MASCARENHAS BARRETO
org. Ernesto de Campos de Andrada

Lisboa, 1986
Imprensa Nacional – Casa da Moeda
2.ª edição («reimpressão fac-similada»)
5 volumes (completo)
24 cm + 15 cm
[8 págs. + VIII págs. + 500 págs. + XXX folhas em extra-texto] + [4 págs. + VIII págs. + 402 págs. + XX folhas em extra-texto] + [4 págs. + VI págs. + 388 págs. + XX folhas em extra-texto] + [4 págs. + VIII págs. + 518 págs. + XXX folhas em extra-texto] + [6 págs. + VI págs. + 388 págs.]
subtítulo: Ditadas por êle próprio em 1861
exemplares muito estimados; miolo irrepreensível
140,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


sábado, março 28, 2020

Aves da Península Ibérica e Especialmente de Portugal




M. PAULINO D’OLIVEIRA

Coimbra, 1930 [aliás, 1928]
Imprensa da Universidade
3.ª edição
260 mm x 170 mm
202 págs.
ilustrado
encadernação recente de amador em meia-inglesa gravada a ouro na lombada
não aparado
conserva as capas de brochura
exemplar estimado; miolo limpo
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Evolução da Moeda


ANSELMO DE ANDRADE

Coimbra, 1923
Coimbra Editora, L.da – Antiga Livraria França & Armenio
1.ª edição
190 mm x 130 mm
VIII págs. + 352 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse no frontispício
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Anselmo de Andrade (1844-1928), economista, escritor, político e latifundiário, foi ministro da Fazenda antes da queda da Monarquia e, numa atitude de resistência à República, assumirá a vice-presidência da reaccionária Cruzada Nun’Álvares. Como intelectual literato, gravitou na órbita da designada Geração de 70, à sombra de nomes progressistas como o de Antero, e mesmo o de Eça de Queirós.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Episodios da Guerra



AMELIA CARDIA

Lisboa | Rio de Janeiro, s.d. [circa 1919]
Portugal-Brasil Limitada | Companhia Editora Americana – Livraria Francisco Alves
1.ª edição
190 mm x 124 mm
176 págs. + 1 folha em extra-texto
exemplar estimado;  miolo limpo, por abrir
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Casas do Povo – A terra e o Homem


[MANUEL JORGE PROENÇA
LOPO DE ABREU
VASCO SAMPAIO]
grafismo de Manuel Lapa
fotografias de Jorge Alves

Lisboa, 1966
Edição da Junta da Acção Social – Ministério das Corporações e Previdência Social
1.ª edição
30,8 cm x 23,7 cm (álbum)
116 págs. (não numeradas)
profusamente ilustrado a negro e a cor
impressão em rotogravura sobre papel superior mate
cartonagem editorial com folhas-de-guarda impressas
exemplar em bom estado de conservação; miolo limpo
50,00 eur (IVA e portes incluídos)

Interessante inventário do programa da acção do governo salazarista junto das populações rurais, no sentido dominar e orientar qualquer veleidade associativa que pudesse vir a tomar foros de protesto político. São, assim, criados espaços de convívio local, onde também os cuidados primários médicos, alguma instrução e algumas actividades culturais são postas ao serviço do povo trabalhador.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Casas do Povo e Previdência Rural



H. VEIGA DE MACEDO

s.l. [Santa Maria de Lamas], 1971
s.i. [ed. autor]
1.ª edição
219 mm x 165 mm
244 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
27,00 eur (IVA e portes incluídos)

«Henrique Veiga de Macedo foi Ministro das Corporações e Previdência Social entre 1955 e 1961. Nomeado por Salazar para a reorganização corporativa do Estado, criou e organizou as primeiras oito Corporações (Lavoura, Transportes e Turismo, Crédito e Seguros, Pescas e Conservas, Indústria, Comércio, Imprensa e Artes Gráficas e dos Espectáculos), mais tarde transformadas nas Confederaçãoes da Indústria, Comércio, Agricultura e Turismo.» (Fonte: Adelino Pires, página electrónica D’Outro Tempo)

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Política de Protecção da Velhice



H. VEIGA DE MACEDO
pref. Fernando Nascimento

s.l. [Santa Maria de Lamas], 1971
s.i. [ed. autor]
1.ª edição
220 mm x 165 mm
68 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
27,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

sexta-feira, março 27, 2020

A Ilha Está Cheia de Vozes


JOÃO MEDINA

Coimbra, 1971
Atlântida Editora
1.ª edição
17,5 cm x 12,5 cm
112 págs.
exemplar estimado; miolo limpo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)

Ficção bastante assertiva, plasmada no mito do solitário Robinson Crusoe. Uma passagem:
«[...] Nietzsche orgulhava-se de não ler jornais nem beber cerveja, no que tinha inteira razão. Quanto a mim, na impossibilidade de me orgulhar de me abster duma bebida que não aprecio, contento-me em repudiar os jornais. [...] Não me arrependo da decisão tomada, antes me congratulo de ter deixado o Processo Histórico a crescer sem que disso me aperceba pelas gazetas e periódicos, exceptuando naturalmente aquela porção mínima de conhecimento indirecto do Devir Universal que me é dado pela correspondência que mantenho com amigos, adeptos, correlegionários e compatriotas.
O jornal não é, como o pretendia Hegel, a oração matinal do filósofo mas o bocejo diário das boas consciências e o enfado ritual de todos os homens honestos. [...] Ninharias, ninharias! eis o tecido da imprensa diária, o alimento de milhares de homens que, findo o labor na fábrica ou no escritório, se metem no metropolitano, no eléctrico e no autocarro a caminho dos lares, digerindo embrutecidos o rol de bagatelas que enchem os matutinos e vespertinos... [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Poèmes pour Tous




PAUL ELUARD

Paris, 1952
Les Editeurs Français Réunis
1.ª edição
texto em francês
193 mm x 125 mm
248 págs.
subtítulo: Choix de poèmes 1917-1952
encadernação recente inteira em sintético gravada a ouro na pasta anterior e na lombada
não aparado
conserva as capas de brochura
exemplar muito estimado, pequenos restauros nas capas de brochura; miolo limpo
35,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Zazie no Metro



RAYMOND QUENEAU
trad. Alexandre Rodrigues
capa de João da Câmara Leme

Lisboa, 1965
Portugália Editora
1.ª edição
189 mm x 125 mm
288 págs.
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível, parcialmente por abrir
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
pcd.frenesi@gmail.com
telemóvel: 919 746 089

Pierrot Meu Amigo


RAYMOND QUENEAU
trad. Manuel Pedro
capa de Sebastião Rodrigues

Lisboa, 1961
Editorial Minerva
1.ª edição
188 mm x 128 mm
232 págs.
exemplar muito estimado; miolo irrepreensível, por abrir
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

Da nota editorial na badana:
«[...] A passagem de Queneau pelos grupos surrealistas – passagem aliás anterior ao início da sua carreira de romancista – deixou profundas marcas na sua personalidade literária, e o insólito das situações e de certas personagens centrais dão ao romance uma aura de irrealismo, muito mais aparente do que verdadeiro, é certo, mas de qualquer forma perfeitamente inconfundível.
Raymond Queneau é, acima de tudo, um poeta. E os seus romances – muito especialmente este Pierrot Meu Amigo e essa obra extraordinária que é Zazie dans le Metro – são livros eminentemente poéticos, no sentido em que esta expressão possa com maior propriedade ser aplicada a uma obra em prosa. [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


quinta-feira, março 26, 2020

Política do Espírito [colecção]







ANTÓNIO FERRO

Lisboa, 1948-1950
Edições SNI
1.ª edição (todos)
15 volumes (completo)
192 mm x 133 mm
[28 págs. + 1 folha em extra-texto] + [30 págs. + 1 folha em extra-texto] + [122 págs. + 9 folhas em extra-texto] + [34 págs. + 3 folhas em extra-texto] + [48 págs. + 2 folhas em extra-texto] + [36 págs. + 3 folhas em extra-texto] + [4 págs. + 40 págs. + 4 folhas em extra-texto] + [234 págs. + 14 folhas em extra-texto] + [80 págs. + 7 folhas em extra-texto] + [32 págs. + 2 folhas em extra-texto] + [24 págs. + 1 folha em extra-texto] + [2 págs. + 148 págs. + 4 folhas em extra-texto] + [224 págs. + 1 folha em extra-texto] + [116 págs. + 4 folhas em extra-texto] + [108 págs. + 1 folha em extra-texto]
títulos individuais:
[1] Apontamentos para uma exposição; [2] Museu de Arte Popular; [3] Turismo, fonte de riqueza e de poesia; [4] Eça de Queiroz e o centenário do seu nascimento; [5] Arte moderna; [6] Artes decorativas; [7] Panorama dos centenários (1140-1640-1940); [8] Estados Unidos da Saudade; [9] Jogos florais; [10] Imprensa estrangeira; [11] Sociedades de recreio; [12] Teatro e cinema (1936-1949); [13] Prémios literários (1934-1947); [14] Bailados portugueses – “Verde-Gaio” (1940-1950); [15] Problemas da rádio
ilustrados
exemplares em bom estado de conservação; miolo limpo
dez dos volumes ostentam colados nas costas das capas ex-libris da Academia Portuguesa de Ex-libris
PEÇA DE COLECÇÃO
300,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Luz Sobre o Caminho e o Karma




[MABEL COLLINS]
transcrição e notas de M. [Mabel] C. [Collins]
trad. Fernando Pessoa

Lisboa, 1921
Livraria Clássica Editora de A. M. Teixeira
2.ª edição
196 mm x 122 mm
88 págs.
encadernação recente de amador em meia-inglesa com gravação a ouro na lombada
não aparado, sem capas de brochura
exemplar estimado; miolo limpo
assinatura de posse no ante-rosto
65,00 eur (IVA e portes incluídos)

Do posfácio à reedição moderna, conduzida por Maria da Conceição Azevedo (Assírio & Alvim, 2002):
«[…] Encontram-se aqui reunidos três textos de natureza não inteiramente idêntica: Luz sobre o Caminho, Comentários e O Karma.
Luz sobre o Caminho é uma obra carregada de simbolismo. Escrita em Outubro de 1884, foi apresentada ao público no contexto da teosofia como a reprodução ou transcriação de uma obra antiquíssima. […] A autora considera este livro o resultado da sua aprendizagem conduzida pela figura astral do Mestre Hillarion.
Os Comentários, bem como as notas de rodapé, que Mabel Collins [pseudónimo de Kenningdale-Cook (1851-1927), amiga e discípula de Helena Blavatsky] assume como seus, destinam-se a dar a conhecer a um público determinado a interpretação teosofista do tratado ‘‘transcrito’’. Centram-se nos aforismos que a autora considera mais importantes e dão, através deles, uma explicação do núcleo doutrinário fundamental da teosofia. Pretendem ajudar o leitor a considerar Luz sobre o Caminho ‘‘como um tratado prático e não metafísico’’.
O Karma é um trabalho complementar, datado de 27 de Outubro de 1884, também da autoria de Mabel Collins, no qual a autora apresenta esta noção de raiz indiana em relação directa com o ensinamento teosófico. […]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Fernando Pessoa



FERNANDO PESSOA
org. e pref. Eduardo Freitas da Costa

Lisboa, 1960
Edições Panorama – S.N.I. – Palácio Foz
[1.ª edição]
183 mm x 130 mm
XX págs. + 1 folha em extra-texto + 144 págs.
ilustrado
exemplar em bom estado de conservação; miolo irrepreensível
27,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Teatro



LUIZ FRANCISCO REBELLO
capas e grafismo de Victor Palla

Lisboa, 1959
Edição do Autor
1.ª edição
2 volumes (completo)
191 mm x 123 mm
[232 págs. + 8 págs. em extra-texto] + [304 págs. + 4 págs. em extra-texto]
ilustrados
exemplares estimados; miolo limpo
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

História do Teatro



LUIZ FRANCISCO REBELLO
capa de Lígia Pinto
grafismo de Julieta Matos

Lisboa, 1991
Comissariado para a Europália 91 | Imprensa Nacional – Casa da Moeda
1.ª edição
210 mm x 147 mm
112 págs. + 16 págs. em extra-texto
ilustrado
colecção Sínteses da Cultura Portuguesa
exemplar como novo
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

De la Part Prise par les Portugais dans la Découverte de l’Amérique




LUCIANO CORDEIRO

Lisboa | Paris, 1876
Pacheco & Carmo, Libraires-Éditeurs | Veuve J. P. Aillaud, Guillard & C.º
1.ª edição
texto em francês
241 mm x 161 mm
88 págs.
subtítulo: Lettre au Congrès Internacional des Americanistes (Première session – Nancy – 1875)
elegante encadernação de amador em meia-inglesa gravada a ouro na pasta anterior
não aparado, sem capas de brochura
exemplar estimado; miolo limpo, parcialmente por abrir
40,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

quarta-feira, março 25, 2020

Astucias Subtilissimas de Bertoldo […] [junto com] Simplicidades de Bertoldinho […] [junto com] Vida de Cacasseno […]





[GIULIO CESARE DELLA CROCE]

Lisboa, s.d. | Lisboa, 1880 | S. Miguel (Açores), 1879
Livraria de Antonio Maria Pereira | Livraria de A. M. Pereira | Typ. Minerva Insulana
s.i.
3 obras enc. em 1 volume
145 mm x 75 mm
116 págs. + 124 págs. + [4 págs. + 54 págs.]
subtítulos: [a] […] Villão de Agudo Engenho e Sagacidade que depois de varios accidentes e extravagancias foi admitido a cortezão – Obra de grande recreio e divertimento traduzida para portuguez do idioma italiano; [b] […] Filho do sublime e astuto Bertoldo e agudas respostas de Marcolfa sua mãe – Obra de grande recreio e divertimento traduzida do idioma italiano no portuguez; [c] […] Filho do simples Bertoldinho neto do astuto Bertoldo
encadernação coeva inteira em pele com gravação a ouro na lombada
pouco aparado, sem capas
exemplar estimado, topo da lombada gasto e falha na pele da pasta anterior; miolo limpo
PEÇA DE COLECÇÃO
140,00 eur (IVA e portes incluídos)

Giulio Cesare della Croce (1550-1609) foi aquilo que hoje se designa por autodidacta, um autor de literatura popular, no género burlesco. Tendo sido ferreiro, acabou como prolífico escritor ambulante, vendendo e representando as suas criações carnavalescas por feiras e mercados. Data de 1743 a primeira tradução portuguesa do Bertoldo (fonte: A. A. Gonçalves Rodrigues, A Tradução em Portugal, vol. I, Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Lisboa, 1992), o que mostra desde logo a sua plena difusão, mesmo nos meios das côrtes europeias.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Lisboa Triste




IGNOTUS

Porto, 1916
Tip. da Emprêsa Literária e Tipográfica
1.ª edição
252 mm x 195 mm
2 págs. + 84 págs.
encadernação de amador em meia-inglesa gravada a ouro na pasta anterior
não aparado, sem capas de brochura
exemplar muito estimado; miolo limpo
assinatura de posse no frontispício
45,00 eur (IVA e portes incluídos)

Da nota introdutória:
«[…] Inspiradas [estas páginas] no Paris Secret de Felix Pradel, que mostra um Paris que soffre e trabalha aos que só conhecem o Paris que ri e se diverte, assim tentamos mostrar tristezas de Lisboa aos que só lhe conhecem as alegrias. […]»
Quanto ao autor, Ignotus, ou Ignotos, foi pseudónimo largamente utilizado por vários escritores nacionais, sendo que Susana Pereira Bastos, no seu livro O Estado Novo e os Seus Vadios: Contribuições para o estudo das identidades marginais e a sua repressão (Etnográfica Press, Lisboa 1997), aponta na direcção de O. [Osório] de Vasconcelos.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

terça-feira, março 24, 2020

O Tratamento das Boubas no Hospital Real de Todos os Santos em Principios do Seculo XVI



SEBASTIÃO COSTA SANTOS

Lisboa, 1916
Sociedade das Sciencias Medicas de Lisboa | Imprensa Libanio da Silva
1.ª edição
265 mm x 191 mm
8 págs. + 56 págs.
encadernação recente inteira em tela com rótulo gravado a ouro colado na pasta anterior
não aparado
conserva as capas de brochura
exemplar muito estimado; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR «AO SEU DISTINCTO COLEGA, O ILUSTRE CIRURGIÃO DR. FRANCISCO DOS REIS STROMP […]»
45,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

História Universal da Infâmia



JORGE LUIS BORGES
trad. Francisco Lopes Cipriano
capa de Dorindo Carvalho

s.l. [Lisboa], 1964
Publicações Europa-América, Lda.
1.ª edição
180 mm x 119 mm
144 págs.
exemplar muito estimado; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Nossa Senhora do Monserrate



s.l. [Lisboa], s.d.
Typ. Universal («Vende-se na travessa de S. Domingos n.º 37»)
s.i.
74 mm x 52 mm (formato miniatura)
16 págs.
subtítulo: Divina Oração de Nossa Senhora do Monserrate – ao pé de Barcellona; e de como a mesma Senhora obrou em tão grande Milagre
exemplar envelhecido mas aceitável; miolo limpo
25,00 eur (IVA e portes incluídos)

Trata-se do texto de uma oração, precedida da notícia de um milagre.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Ali-Baba e os Quarenta Ladrões


[ANÓNIMO]
capa e ilust. Maria Vasconcellos

Porto, 1946
Editora Educação Nacional de Adolfo Machado
2.ª edição
9,5 cm x 7,7 cm [livro-miniatura]
96 págs.
ilustrado
exemplar estimado; miolo limpo
17,00 eur (IVA e portes incluídos)

Mimosa edição de um clássico retirado de Mil e Uma Noites.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089


Canções das Sete Províncias



ACÁCIO LEITÃO
ilust. Vilante

Leiria, 1941
Edições Verde-Pino
1.ª edição
226 mm x 171 mm
16 págs.
ilustrado
acabamento com uma laçada de linha
exemplar envelhecido mas aceitável; miolo limpo
VALORIZADO PELA DEDICATÓRIA MANUSCRITA E ASSINADA PELOS DOIS AUTORES, PAI E FILHA
22,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

A Caminho d’Africa



BRITO CAMACHO

Lisboa, 1923
Livraria Editora Guimarães & C.ª
1.ª edição
190 mm x 122 mm
136 págs.
exemplar estimado, capa empoeirada; miolo limpo, vagos sinais de foxing nas primeiras quatro folhas
discreta assinatura de posse no ante-rosto
20,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089

Por Ahi Fóra


BRITO CAMACHO

Lisboa, 1916
Guimarães & C.ª – Editores
1.ª edição
19,4 cm x 13 cm
200 págs.
subtítulo: Notas de Viagem
composto manualmente
impresso sobre papel superior avergoado
exemplar estimado, com pequenos restauros na lombada; miolo limpo
25,00 eur (IVA e portes incluídos)


pedidos para:
telemóvel: 919 746 089