sábado, janeiro 02, 2016

Horta de Literatura de Cordel


MÁRIO CESARINY
(antologia, fixação do texto, prefácio e notas)


Lisboa, 1983
Assíro e Alvim
1.ª edição
23 cm x 15,5 cm
260 págs.
exemplar em bom estado
40,00 eur (IVA e portes incluídos)

Do Prefácio:
«[...] Ainda mais que a outra, a literatura de cordel parece-me a vítima privilegiada do Poder que em meados do séc. XVI vem tornar exclusivamente suas a viabilidade da língua e a maestrança dela. A 50 anos de vista do primeiro livro impresso em português, o estabelecimento da Inquisição e a Companhia de Jesus lançam ao interdito toda e qualquer veleidade de magnificar épocas e expressões algum tanto pagãs, ou suspeitas a Roma de deficientes cristãs, enquanto por seu turno as primeiras gramáticas (1536 e 1540) lançam ao ar os dados do que virá a ser a língua oficial, sumptuosamente repressiva de quanto ditongo não tanja pelos sons católicos latinos da Companhia, do Paço, e demais centros de decisão se os havia. O que significa que todo um imenso espaço cultural, e ao longo de séculos bem mais vivo do que o latinório que impõe a retórica, é punido pelo fogo ou atirado ao nada durante trezentos anos. E quando cessa o jugo, está cumprida a tarefa. O que eu agora escrevo é mandado escrever exactamente como, no séc. XVI, a demonologia de um qualquer Geral dos Jesuítas, quiz que eu escrevesse hoje. Não é horrível, leitor? Não te caiem as lágrimas? Não caiem, porque os netos dos netos do Geral oferecem a compensação lilás, toda italiana, da reverência a Os Lusíadas, esse “monumento da língua”, como quem diz céu da boca [...]»

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089