domingo, setembro 11, 2022

Abóboras no Telhado [junto com] O Cavaleiro de Oliveira, o Senhor Aquilino Ribeiro e Eu



AQUILINO RIBEIRO
A. [ANTÓNIO] GONÇALVES RODRIGUES


Lisboa, s.d. [a] / Coimbra, 1956
Livraria Bertrand [a] / Ed. do Autor [Coimbra Editora, Limitada]
2.ª edição [a] e 1.ª edição
2 volumes
[191 mm x 123 mm] + [188 mm x 120 mm]
360 págs. + [124 págs. + CXXXII págs. + 1 folha destacável (emendas)]
subtítulo [a]: Polémica e crítica
exemplares em bom estado de conservação; miolo limpo em ambos
[a] ostenta colado no ante-rosto o ex-libris de Ávila de Azevedo
65,00 eur (IVA e portes incluídos)

Investigador da vida e obra de Francisco Xavier de Oliveira, vulgo Cavalheiro ou Cavaleiro de Oliveira, Gonçalves Rodrigues deu-nos a conhecer em primeira mão substantiva parte da obra desse nosso libertino setecentista; e da sua investigação por esconsos de bibliotecas, nomeadamente em Londres – seguindo pistas abertas por um outro investigador, Jordão de Freitas – fez notável tese académica. Aquilino, que por vezes se permitia o empolgar da cobiça e do despeito pelos adversários políticos – tanto Rodrigues como Freitas sempre navegaram à vista do espírito conservador nacional, o que no caso não lhes retira razão intelectual –, veio em letra impressa, numas infelizes oitenta páginas do seu Abóboras no Telhado, denegrir tal esforço, que fôra publicado em Coimbra cinco anos antes sob o título O Protestante Lusitano – Estudo Biográfico e Crítico Sobre o Cavaleiro de Oliveira, MDCCII-MDCCLXXXIII.
O livro junto de Gonçalves Rodrigues devolve o repto, em tom maior e com provas documentais. No fundo, trata-se da luta literária entre dois gigantes da cultura portuguesa... um mais trapalhão, embora brilhante no verbo, o outro sereno no tiro apontado à desonestidade alheia.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089